Ilha da Luz - Jornal Fato
Artigos

Ilha da Luz


Nas memórias da minha infância estão sempre incluídas os bons momentos que vivenciei na Ilha da Luz. Vim do interior para a cidade ainda criança e penso que era entre a vegetação da ilha que meu pai retomava o contato com a terra e o verde, o que sempre fora seu habitat natural. Foi lá que meu pai ensinou-me a andar de bicicleta, e eu me banhava em correntezas encachoeiradas e rasas, repletas de pedras, que atravessavam as bordas da ilha. Lembro-me perfeitamente que era o nosso programa de domingo. Eu só não apreciava atravessar a ponte de madeira, sem corrimão, e que sempre tinha tábuas soltas. Sinto calafrios só de lembrar, mas a excitação com o prazer que se vislumbrava adiante me enchia de coragem. Além do mais eu estava com meu pai, companheiro de aventura. Na época das frutas nós nos deliciávamos com as que caiam maduras. A ilha tinha tudo o que uma criança precisava para ser feliz!

Anos depois, muitos anos depois, adentro na ilha e assusto-me. O cimento cobria o solo, fora construído um pavilhão para eventos, as correntezas desapareceram, ela estava totalmente descaracterizada. Depois disso mais cimento e mais obras, um prédio aqui, outro acolá, um palco a céu aberto com arquibancadas, a indústria construída na entrada. O que restou da antiga ilha? As residências dos Coelho, a fábrica de pios e algumas mangueiras e árvores nativas. E o desagradável para nós, que residimos próximos, um barulho infernal de shows que vazam noite adentro, já que a localização da ilha possibilita a expansão do som no entorno. Felizmente os grandes shows foram proibidos pela falta de segurança, mas de vez em quando ainda somos perturbados pelo inconveniente barulho.

E para minha alegria, e de todos os cachoeirenses, recebo a notícia de que a ilha será transformada num parque ecológico, um local totalmente estruturado para o lazer de toda família. A parceria para a viabilização do projeto é da Prefeitura Municipal e da BRK Ambiental.  Vi as maquetes do projeto e emocionei-me. Sei que pode demorar, mas só de saber que um grupo já se estrutura para concretizar a realização de um sonho, faz-me feliz e esperançosa. Todos os sonhos começam a se tornar realidade a partir do primeiro passo. Parabéns Prefeito Victor Coelho, estou confiante.

 

Marilene De Batista Depes


Comments

SEE ALSO ...