Vazio de propostas - Jornal Fato
Artigos

Vazio de propostas

A antecipação das discussões eleitorais poderia ser algo bom, se não fosse apequenada, como se observa na maioria das vezes


"O idealismo aumenta na proporção direta da distância a que se fica do problema"

John Galsworthy

A antecipação das discussões eleitorais poderia ser algo bom, se não fosse apequenada, como se observa na maioria das vezes.

Se resume ao apedrejamento de quem está no poder, quando, idealmente, deveria ser pautada em soluções para o futuro da cidade.

Qual o problema? É que não se apresentam alternativas. Os pré-candidatos se concentram em campanha de desgaste.

Apontam problemas que são de conhecimento da população, mas raramente elaboram como resolveriam tal questão.

A pré-campanha é um absoluto vazio de ideias. Um apanhado de críticas abstratas ao que quem está no poder efetivamente executa.

Aposta-se na rejeição, não no planejamento. É o caminho mais fácil e, em muitas ocasiões, dá resultado eleitoral.

O problema é que, depois de eleito, geralmente, o político se depara com os mesmos problemas que apontou e, adivinhem, não tem a mínima noção de como resolvê-los.

De promessa, passa a decepção. Até que no terceiro ano de gestão vê aumentar as críticas, movidas por objetivos eleitorais, igualmente vazias, num círculo vicioso que se repete.

Falta estadismo nas discussões eleitorais, que se estabelecem nas ações concretas de uma gestão, em comparação com o que propõem aqueles que discordam.

Esse comparativo fica capenga quando quem deveria propor um caminho alternativo, exequível, se atém a atirar pedras para depois carregar os escombros.

 

DESTAQUE. Realizada no último final de semana, a festa do distrito de Conduru foi sucesso, conforme demonstra a foto, tirada sábado, no show da banda Casaca

 

Sobe

In Memoriam

Muito boa a iniciativa de homenagear cachoeirenses já mortos, que contribuíram para o engrandecimento do município, mas não foram suficientemente laureados em vida. Na lista, com dezenas de nomes, deste e do século passado, estão alguns ícones do município.

 

Desce

Vacinação

A meta do Ministério da Saúde era vacinar 90% do público-alvo, composto por 59,4 milhões de pessoas, até o dia 31. No entanto, até esta segunda-feira, 42,5 milhões de pessoas haviam sido vacinadas. O número corresponde a 71,6% do público-alvo. A campanha será prorrogada.

 

Mas, hein?!

Vivemos uma época em que tomar posição é pedir para ser estigmatizado e perder o acesso ao diálogo. Tempos estranhos, que dificultam a conciliação. 

 

Vias de FATO

Ainda enfrentando algumas restrições, já que a Prefeitura de Presidente Kennedy continua sob investigação do Ministério Público, o prefeito interino Dorley Fontão tenta dar ritmo à gestão. 

Em Itapemirim, como nunca há paz, o contra-ataque após o malfadado afastamento do prefeito interino Thiago Peçanha, será a tentativa de cassar vereadores de oposição. 

O vereador Rodrigo Sandi (Pode) ampliando seus horizontes. Em busca de recursos visitou os deputados estaduais Theodorico Ferraço e Luciano Machado, em busca de recursos.

 Nos tribunais das redes sociais, qualquer político, com mandato ou sem, é alvo de críticas pesadas.


Wagner Santos Diretor e editor Jornalista

Comentários

VEJA TAMBÉM...