Homens não gostam de mulheres - Jornal Fato
Artigos

Homens não gostam de mulheres

Visualizem a cena: uma mulher chega a um bar, escolhe uma mesa


Visualizem a cena: uma mulher chega a um bar, escolhe uma mesa, senta e pede uma cerveja. Ela está sozinha e quer apenas tomar a sua cerveja, olhar o movimento, mexer no celular ou ler um livro. Ela quer estar ali sozinha porque tem esse direito, mas para os homens que estão no mesmo local isso parece impossível. Eles olham, riem da situação, provocam e assediam essa mulher. Sim. Dificilmente uma mulher sentará sozinha em um bar. Não porque ela não deseje isso, mas porque ela não consegue a mesma paz que os homens têm quando fazem a mesma coisa.

 

Sabe qual é o motivo dela não conseguir? Os homens não gostam das mulheres. Homens gostam de homens. Homens estupram mulheres, espancam mulheres, intimidam mulheres, humilham e subjugam mulheres. Homens não se reúnem em grupos para violentarem sexualmente outro homem. Homens não acham que um homem está sozinho em um bar "caçando" sexo. Homens não chamam outros homens de "solteirões" de forma pejorativa. Homens não culpam pais por problemas com os filhos. Homens não acham que seus filhos precisam aprender tarefas domésticas tanto quanto suas filhas. Homens se incomodam com mulheres que ganham mais, que se destacam mais ou que tenham uma agenda com mais compromissos. Homens não insinuam que outros homens tenham conseguido uma promoção por terem "passado pelo teste do sofá".

 

Homens em grupos de amigos riem alto e falam sobre tudo, e quando estão com suas companheiras parecem se preocupar mais com o celular, com a televisão ou preferem afundar no mais absoluto silêncio. Homens viram a noite com amigos e quando estão com suas parceiras querem logo voltar para casa por estarem cansados. Homens acham feio que uma mulher fume na rua e acham graça quando um amigo acende um cigarro onde não é permitido. Homens não se importam com quanto pesa outros homens, mas esnobam e fazem chacotas das mulheres que não seguem padrão de beleza. Homens zombam das mulheres no trânsito e endeusam os amigos imprudentes que andam acima da velocidade.

 

Homens crucificam mulheres por uma traição e acolhem outros homens na mesma situação. Homens tratam mulheres como sua propriedade e querem controlar o cabelo, a roupa, as palavras. Homens recebem fotos de mulheres nuas no celular e repassam para os amigos, mas classificam da pior forma possível as mulheres que agem da mesma forma, quando as fotos ou os vídeos são de homens.

 

A história conta e prova que os homens impediam as mulheres de votar e de serem votadas. Impediam o estudo, o trabalho, o salário, as pílulas, a mini-saia, a carteira de motorista.

 

Uma mulher andando sozinha a noite corre toda a sorte de risco. Acompanhada de um homem esse riso diminui consideravelmente. Isso porque homem não respeita mulher. O homem respeita apenas o homem que está ao lado dela.

 

Ah, moça! Mas tem exceções! Sim. Existem exceções, ainda bem. Se não fossem as exceções já teríamos, todas nós, sido mortas. Vítimas de espancamento, tiro, facadas e porradas. As novas formas de extermínio que substituíram as fogueiras, onde éramos queimadas vivas. Pelas exceções vamos vivendo uma luta que é incansável, de todos os dias, sem pausa e sem trégua. E não vamos desistir. O mundo sem a nossa presença seria triste. Nossa resistência tem objetivo nobre: amor, igualdade, liberdade e alegria.

 


Paula Garruth Colunista

Comments

SEE ALSO ...