Nem tudo está perdido - Jornal Fato
Artigos

Nem tudo está perdido

Numa farmácia, uma mulher com um cachorro poodle no colo, como um bebê, comenta o que aconteceu com o animal


Numa farmácia, uma mulher com um cachorro poodle no colo, como um bebê, comenta o que aconteceu com o animal. Relatou que sua antiga dona agrediu-o porque o animal fez suas necessidades dentro de casa, atingindo uma vértebra de sua coluna, paralisando os movimentos das patas traseiras deste.

Com isto ela arrecada fundos para fazer uma operação e tentar reverter a situação do mesmo.

As pessoas que estavam no local, deram dinheiro, outras sugeriram que ela procurasse as redes sociais, a Faculdade de Veterinária de Castelo, para tentar uma solução.

A ex-dona do animal fugiu de casa, com medo de ser presa. Algumas pessoas presentes, ficaram muito emocionadas com o ocorrido.

 Enfim esta cena, mostra como o ser humano é grandioso em seus atos, atitudes, com os animais e com as pessoas.

Mas é lastimável como a maioria dos nossos políticos, não são tão solidários assim com o nosso povo, como esta mulher com o seu cachorro. Apesar de estar no colo dela, o animal parecia feliz, balançando o rabo, quando as pessoas aproximavam-se dele, em sinal de alegria e contentamento.

Já o povo brasileiro, está tão decepcionado com os políticos, que quando estes se aproximam, nem abanam mais o rabo de alegria, pois sabem que a maioria dos políticos são muito interesseiros, ainda mais em época de eleição.

Nem a Copa do Mundo, parece estar motivando o povo, o que não é para menos, devido ao caos que a corrupção provocou e nosso país. Mas pelo menos a Copa do Mundo, vai dar um refresco em nossas mentes, apoiado pelas comidas, bebidas e a confraternização entre os amigos.

Mas cuidado, se você convidar algum político para um churrasco, ele pode comer quase toda a picanha, beber quase todas e deixar em falta os seus amigos.

 


Fernando Fiuza Psicólogo

Comments

SEE ALSO ...