Marataízes e o Carnaval - Jornal Fato
Artigos

Marataízes e o Carnaval

Há um movimento conjunto na tentativa de resgatar a verdadeira tradição do Carnaval


Há um movimento conjunto na tentativa de resgatar a verdadeira tradição do Carnaval, e que em Marataízes já é possível visualizar o resultado. A primeira medida sábia foi tomada pela Prefeitura deixando as ruas do Centro livres para os Blocos e as famílias se divertirem. Há divertimento para todos os gostos. Para quem aprecia o Carnaval com as Marchinhas de antigamente - os blocos saem nas ruas seguidos por uma multidão, acompanhados de baterias ou com mini-trio elétrico tocando todas as músicas que fizeram e fazem a alegria do Carnaval de sempre.  E a aglomeração humana é formada por famílias inteiras, que aproveitam o ambiente e a segurança para se divertirem juntas.

O Bloco do Peruá cresce a cada ano, com uma bateria de Escola de Samba e uma multidão animadíssima acompanhando o samba no pé. Outro bloco que arrasta multidão é o Bota Fé, da Igreja Católica. Outros blocos menores também movimentam as ruas. É uma animação geral, durante os quatro dias do Carnaval. E a Prefeitura contrata bandas para alegrar a folia em toda orla. E para quem curte o Carnaval de Clube, que já não mais existe, algumas famílias oferecem espaço para animadíssimas noitadas, com bandas - de marchinhas e sambas e muita fantasia. É o que nossa família organiza já há quase 30 anos, e cuja tendência é crescer sempre mais com a adesão dos mais jovens.

Realmente o Carnaval é fantasia, é magia, é deslumbramento. É a maior festa popular brasileira, e felizmente em Marataízes estamos vivenciando a ressurreição do Carnaval, com a participação de todos, e principalmente agregando as famílias, turistas e moradores numa alegria geral e irrestrita. Acredito que nos moldes apresentados, o Carnaval de Marataízes só tende a crescer e a Pérola Capixaba pode se orgulhar, pois oferece a melhor e mais organizada folia do Espírito Santo.

 

Marilene De Batista Depes

 

 

 


Comments

SEE ALSO ...