É Natal!!! - Jornal Fato
Artigos

É Natal!!!

Dias atrás, acordei no meio da madrugada com uma angústia no peito; com uma saudade dos tempos de criança; com uma nostalgia da época ...


- freepik

Dias atrás, acordei no meio da madrugada com uma angústia no peito; com uma saudade dos tempos de criança; com uma nostalgia da época na qual a alma era inocente e, por isso, tinha pressa de crescer; tempos em que não tinha vergonha de chorar e, com intimidade, conversava mais vezes com Deus...

Aproximava-se o Natal, que é hoje, e tentava entender o porquê desse feriado ser tão mais intenso e reflexivo que os tantos outros feriados que nos alcançam no decorrer de um ano. E, para quem gosta de descansar, em 2018, não faltaram feriados em dias que ampliaram o fim de semana.

Mas nenhum feriado nos envolve como o Natal! O Ano Novo tem seus encantos, pois traz em si novas metas e esperanças para o novo amanhã, mas o Natal é diferente! Este nos remete ao ontem; aos erros que precisamos corrigir e nos prepara para o novo nascer de Cristo. Apesar disso, Jesus não nasce apenas no Natal, mas todos os dias nasce ou tenta nascer em nossas vidas.

Como um Homem seria capaz de mudar o calendário? Como um Homem poderia mudar as leis, a tradição, os comportamentos de sua época e de todos os milênios dos anos vindouros? Como um Homem, mais de 2000 anos após sua passagem por esse mundo, ainda poderia ser causa de cura para àqueles que Nele creem? Como explicar que, ainda hoje, pessoas tenham a coragem de aceitar a morte violenta para não negar a fé nesse Homem? Como poderia, como explicar, ..., se Jesus Cristo não fosse muito mais que um simples homem?

Após Jesus Cristo a humanidade, em seu significado lato sensu, surgiu, pois, segundo o testemunho desse Deus, que se fez Homem por amor a nós, ainda hoje seguido e/ou estudado, todos devem ser tratados com igualdade; todos devem ter a chance de recomeçar; todos têm direito à vida e à dignidade. Em uma época em que somente os nobres eram tratados com dignidade, o ensinamento de Cristo incomodou, mas Ele não temeu pagar alto preço pôr pregar o bem. Hoje, muito do que Ele ensinava nos é garantido, apesar de nem sempre entregue, na Constituição Federal do Brasil, mas o fato é que ainda hoje não aprendemos a enxergar o mundo e, tampouco, as pessoas com olhar que Ele enxergava.

Isso porque ainda vemos muito superficialmente e apenas o aparente. Ele não! Ele enxergava a alma e, por dentro, não há cor, não há raça, não há crença. Apenas existe o desejo de fazer o bem ou a fraqueza em fazer o mal.

Apesar disso, hoje é Natal e muitos de nós tivemos a cautela de comprar alguns presentes, de preparar uma bela ceia, mas muitos de nós não nos preparamos para receber o aniversariante. Àquele que mudou a história, que reiniciou o calendário, que trouxe a humanidade a todo ser humano, sem distinção. Muitos não nos preocupamos com àqueles que não puderam comprar a ceia, que não têm o que comer; que não vão receber presentes. Isso é Natal?

Quando criança conversava mais com Deus, pedia presentes e ficava triste se não ganhasse o que queria. Hoje ainda gosto de presentes, mas não faço tanta questão. Prefiro paz; segurança; humanidade para todos; saúde e estar perto de quem me quer bem. Talvez ainda não esteja vivendo o Natal; talvez o aniversariante não se sinta tão presenteado por mim, mas verdadeiramente sinto falta Dele no meu e em todos os corações. Pois, por certo, se nesse Natal

Ele estiver em nossos pensamentos ou se, ao menos, nascer de verdade após esse dia, o Brasil e o mundo, quem sabe, possa nos dá um pouco da experiência de estar no céu.

É Natal!!! Esse é o único aniversário no qual o aniversariante se dá de presente, talvez, por isso, seja tão especial! Assim, desejo um país e um mundo mais cheio dos exemplos do aniversariante, a começar por mim, por você e por todos nós.

Parabéns Jesus Cristo verdadeiro Natal para nós.

Katiuscia Oliveira de Souza Marins [email protected]


Katiuscia Marins Colunista/Jornal Fato Advogada e professora

Comments

SEE ALSO ...