A padaria e as baleias - Jornal Fato
Artigos

A padaria e as baleias

Um cliente estava lanchando na padaria e a atendente perguntou-lhe se ele estava fazendo dieta, porque ele estava comendo um sanduíche natural


Um cliente estava lanchando na padaria e a atendente perguntou-lhe se ele estava fazendo dieta, porque ele estava comendo um sanduíche natural. O cliente respondeu-lhe, você não acha que já tem muitas baleias aqui não? e olhou em torno de outros fregueses.

Estavam três mulheres muito obesas, que talvez tenham de fazer até uma operação bariátrica para resolverem os seus problemas.

O cliente comentou que ele come o sanduiche natural. Porque ele tem menos carboidrato do que o pão francês, já que ele tem tendência a engordar, e o seu trabalho é muito sedentário. Se ele relaxar com o que ele come, ele vira uma baleia também.

Comentou ainda que quando fazia tratamento com a Dra. Maria Amélia, nutricionista, ao falar com ela que comia biscoito recheado, ela disse. "Você não pode comer biscoito recheado, isto é uma verdadeira bomba calórica, mas você pode comer um biscoito maisena, por exemplo".

Infelizmente, a obesidade tem aumentado muito no país, e no mundo, tanto nos adultos e também com as crianças.

O Ministério da Saúde, já até aprovou uma lei preocupado com as crianças, para que as lanchonetes, forneçam lanches mais naturais, como sucos e lanches mais saudáveis.

Com o aumento do preço dos combustíveis, as pessoas têm pensado em várias alternativas para se deslocar, só usando o carro em ocasiões especiais.

A venda de motos aliás, já disparou e houve também um aumento da venda de bicicletas.

O consumo de gasolina já baixou mais de 10%, e as pessoas estão tentando racionalizar a utilização dos carros, substituindo por motos, ônibus ou andando a pé mesmo.

Senti a maior inveja ao ver o Jogador Pato, que está jogando na China, dirigindo um triciclo, que mais parece um ovo, muito esquisito, mas deve ser bem econômico e protege da chuva.

Acredito que a Prefeitura de Cachoeiro, já esteja pensando ou desenvolvendo projetos de ciclovias, para atender as demandas da população, em suas necessidades de deslocamento para o trabalho, para resolver os problemas cotidianos ou de lazer.

               


Fernando Fiuza Psicólogo

Comments

SEE ALSO ...