Área da Ilha da Luz pode se tornar Parque Urbano - Jornal Fato
Geral

Área da Ilha da Luz pode se tornar Parque Urbano

Na ocasião, foi definido que o projeto terá orçamento total em torno de R$ 5 milhões


- Divulgação/PMCI

Em reunião realizada no Palácio Bernardino Monteiro, na tarde de ontem, a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim avançou mais uma etapa para viabilizar a construção do Parque Urbano da Ilha da Luz, que será executada em parceria com a BRK Ambiental, concessionária dos serviços de água e esgoto do município.
Na ocasião, foi definido que o projeto terá orçamento total em torno de R$ 5 milhões. Desse montante, R$ 3 milhões já estão garantidos, sendo R$ 1,5 milhão da prefeitura (do orçamento de 2019) e o mesmo valor para a concessionária. 
O encontro teve a presença do juiz Robson Louzada Lopes, da 1ª Vara da Fazenda Pública; do promotor de justiça Wagner Eduardo Vasconcelos; do diretor da BRK, Bruno Ravaglia; do coordenador de área do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (Iema), Pablo Merlo Prata; e, ainda, de vereadores e secretários municipais.
"Esse parque é um sonho antigo de Cachoeiro. Um espaço privilegiado, que não pode ficar ocioso. O que nós queremos é transformá-lo numa extensão das casas dos cachoeirenses, com a presença em massa das nossas famílias", destacou o prefeito Victor Coelho.
O juiz Robson Louzada ressaltou o empenho dos atores públicos que participaram da reunião. "Este momento foi muito importante. Ao dialogarmos sobre um tema de interesse da sociedade, conseguimos chegar a soluções que vão favorecer a todos", considerou.
Ainda na ocasião, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdurb) fez, por meio de vídeo, uma apresentação em três dimensões do projeto do Parque da Ilha da Luz, que prevê calçadão, fonte, espaço pic-nic, playground infantil, horto de mudas, deck, mirante, espaço fitness e diversos outros atrativos.

Comentários

VEJA TAMBÉM...