Oficinas profissionalizantes qualificam 500 pessoas - Jornal Fato
Geral

Oficinas profissionalizantes qualificam 500 pessoas

São oficinas como beleza, moda, estilo, artes, marketing pessoal, técnicas de recepção, secretariado, vendas, mercado de trabalho e informática básica


Penteados e tendências é uma das oficinas oferecidas aos participantes - Divulgação

Quinhentos moradores de Cachoeiro participam do primeiro ciclo de oficinas profissionalizantes do programa Acessuas Trabalho, coordenado pela prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Semdes).

As atividades seguem até o dia 14 deste mês, no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). São 26 oficinas com temas variados, em diferentes áreas, como beleza, moda, estilo, artes, marketing pessoal, técnicas de recepção, secretariado, vendas, mercado de trabalho e informática básica. A carga horária de cada aula varia entre 4 e 24 horas. 

Além das oficinas, o Acessuas trabalho promove atividades de orientação para inserção no mercado de trabalho, para jovens e adultos usuários de serviços sociais na faixa etária de 14 a 59 anos.
Magda Alves de Oliveira Moreira, de 28 anos, está em busca de emprego e se inscreveu em cinco oficinas. "É uma ótima oportunidade para tentar voltar ao mercado de trabalho. Novas 
informações e aprendizados contribuem para nos atualizarmos, aumentando as chances de conseguir uma vaga de emprego", disse. 
A partir de fevereiro, estão previstos mais dois ciclos de oficinas, que vão disponibilizar mais 500 vagas, nas quais podem se matricular, apenas, pessoas já atendidas pela iniciativa.

A secretária de Desenvolvimento Social de Cachoeiro, Márcia Bezerra, destaca a importância do programa. "Com essas oficinas, oferecemos possibilidades para os participantes ingressarem ou se reposicionarem no mercado de trabalho, mas, também, orientações para desenvolverem práticas empreendedoras. Apontamos caminhos possíveis para a geração de trabalho e renda", esclarece.

 

Reconhecimento

Em novembro, o Acessuas Trabalho de Cachoeiro foi uma das práticas selecionadas pela Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades) para a I Mostra Estadual de Práticas em Assistência Social do Espírito Santo.

O evento teve o propósito de identificar e disseminar ações bem-sucedidas que contribuam para a modernização, inovação e eficiência do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) no estado.  A prática foi incorporada ao acervo do Observatório Estadual do Sistema Único de Assistência Social do Estado para consulta e modelo a ser seguido.

 

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...