ES lidera crescimento de vendas no comércio - Jornal Fato
Economia

ES lidera crescimento de vendas no comércio

Segundo o secretário de Economia e Planejamento, Régis de Mattos, organização capixaba faz diferença


No primeiro trimestre comparado ao mesmo período de 2017, mais uma vez o estado capixaba foi o que mais cresceu (20%) - Marcello Casal/Agência Brasil

O comércio varejista capixaba teve alta de 5,1% em março, na comparação com fevereiro. Entre os 18 estados que registraram crescimento no período, o Espírito Santo teve o melhor desempenho no país. O índice é muito acima do desempenho nacional, que foi de 0,3%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada ontem pelo IBGE.

Na comparação com março do ano passado, os números também são positivos no comércio varejista ampliado, que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção.

No país, a variação foi de 7,8% contra março de 2017. Todas as 27 Unidades da Federação apresentaram variações positivas no volume de vendas na comparação com março de 2017, com destaque para o Espírito Santo (16,3%) e o Amazonas (16,2%).

No primeiro trimestre comparado ao mesmo período de 2017, mais uma vez o estado capixaba foi o que mais cresceu (20%) seguido de Santa Catarina (16,4%) e Amazonas (15,3%). A média do Brasil é três vezes menor que a capixaba: 6,6%.

Segundo o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Régis de Mattos, a organização no momento de crise explica os bons resultados.  "Somos estado organizado, que atravessa a crise com responsabilidade, organização e comprometimento, com as contas em dia", diz

Segundo ele, isso passa a sensação de segurança à grandes grupos de investimentos. "As empresas se sentem seguras para investir em um ambiente propício. Com isso, a arrecadação aumenta, e os investimentos também".

O secretário avalia que o Espírito Santo está saindo da crise com mais força. "Os números das pesquisas apontam para isto. Estamos à frente de outros estados. E isso é um indicativo de que somos um estado organizado".

Ele destaca que o avanço econômico não se deu de maneira dissociada do social. "Com as contas em dia, planejamento e organização, pudemos investir na população capixaba, com a criação dos programas de barragens e saneamento básico, Escola Viva, Pacto pela Aprendizagem, Jovens de Futuro, a modernização da segurança pública, com compra de armamento e nova frota de veículos, e também com a implantação da Rede Cuidar, que é a modernização do SUS no estado, além de outros projetos interessantes".

Para o secretário de Estado da Fazenda, Bruno Funchal, o bom desempenho do varejo registrado no Espírito Santo não é uma surpresa. "É o resultado das ações concretas que o Governo tomou ao longo dos últimos três anos, tanto no que diz respeito à parte fiscal, quanto às ações para a melhoria do ambiente de negócios. Já vínhamos acompanhando o bom desempenho do setor que, neste primeiro trimestre registrou uma arrecadação 17,5% acima do mesmo período de 2017", afirmou ele.

Comentários

VEJA TAMBÉM...