A maldição do petróleo - Jornal Fato
Artigos

A maldição do petróleo

Presidente Kennedy viveu a maior parte de seus 54 anos como município independente na miséria


Foto: Arquivo FATO

Presidente Kennedy viveu a maior parte de seus 54 anos como município independente na miséria. População pequena, menos recursos ainda. Eram tempos de acirradas disputas políticas, algumas violentas, com problemas comuns onde se faltava de tudo, de água para beber à estrutura mais básica.

O advento do petróleo, no início do século, aos poucos foi mudando o patamar financeiro do município. E sua riqueza se tornou também a sua maldição. Com muitos recursos, houve, claro, avanços perceptíveis em várias áreas desde então. Mas, o preço cobrado é alto.

A inesperada prisão da prefeita Amanda Quinta e o afastamento, por 60 dias, é o mais novo capítulo dessa história, apenas sete anos após o município passar por intervenção estadual, quando a cúpula da Prefeitura e da Câmara foram afastadas por suspeitas de corrupção.

Nem o caso de 2012 transitou em julgado, muito menos os desta semana, que está apenas no início, mas o estrago para o município já está feito.

Embora com desigualdade social e carências estruturais menores, outros dois municípios financeiramente abastados por recursos oriundos do pré-sal, também são miseravelmente assombrados por querelas políticas e insegurança jurídica que impedem que avencem o quanto deveriam.

Basta dizer que Itapemirim há dois mandatos vive sob intervenções judiciais que provocaram sucessivos afastamentos do titular, Luciano Paiva. Hoje é gerido pelo interino, Thiago Peçanha, que também começa a ter seus problemas judiciais.

O mesmo cenário ocorreu na gestão passada, em Marataízes, município investigado na mesma operação ocorrida em Presidente Kennedy, agora. Os agentes procuravam, na casa do prefeito, elementos para consolidar as suspeitas de envolvimento do mandatário, que acabou prefeito conduzido à delegacia, por posse ilegal de arma - foi liberado após pagar fiança.

Não há políticas públicas que avancem ambientes assim. Sobra dinheiro, mas também insegurança, política e jurídica. Pobres cidades ricas. 

A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão. É uma questão de consciência.

Mahatma Gandhi 


ALINHADOS. Os recém-eleitos presidentes Estadual e Municipal de Cachoeiro, do PSDB, O deputado estadual Vandinho Leite e o advogado Izaias Junior estão afinados. Conversaram no último sábado, na convenção estadual e destacaram a importância do município sulino no cenário político e a proeminência de lançamento de candidatura própria a prefeito, bem como a elevação e fortalecimento do quadro de pré-candidatos à Câmara Municipal. Com nova diretoria, o PSDB quer voltar a crescer, após os revezes de 2018.

 

Sobe

Hospital do Câncer

A deputada federal Norma Ayub participou da reunião com a bancada capixaba e informou que com apoio seus pares, ficou consolidada a destinação dos recursos, no valor de R$ 19,6 milhões para a construção do Instituto do Câncer no Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, com repasse através do Governo do Estado.

 

Desce

Prefeitos do litoral

A coisa anda complicada para os prefeitos dos municípios do litoral sul capixaba. Amanda Quinta, de Presidente Kennedy, foi presa e afastada do cargo por 60 dias. O de Marataízes, tininho, flagrado em posse ilegal de arma, mas em liberdade após pagar fiança. E o de Itapemirim, Thiago Peçanha, foi denunciado pela mulher por agressão.

 

Mas, hein?!

A reforma da previdência está para Bolsonaro, como o plano de cargos e salários está para Victor Coelho. A maioria compreende a necessidade. Só que é impossível encontrar uma fórmula que agrade a todos.

 

Vias de FATO

O hospital que nunca foi, agora jaz abandonado no Aquidaban. Segundo o vereador Allan Ferreira, a estrutura está deteriorada e as dependências são usadas como motel. Até quando? 

Enquanto isso, a população cachoeirense, em audiência pública promovida pela Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, clama por um hospital público. 

As intervenções nos canteiros das principais ruas e avenidas de Cachoeiro de Itapemirim estão embelezando a cidade. Quem sabe um dia chegamos parto de Venda Nova? 

O prefeito faz mistério, mas vem por aí grandes operações para melhorar as condições das vias cheias de buraco em Cachoeiro.


Wagner Santos Diretor e editor Jornalista

Comments

SEE ALSO ...