Heci contribui na formação de 200 médicos e multiprofissionais - Jornal Fato
Saúde

Heci contribui na formação de 200 médicos e multiprofissionais

O Heci foi o pioneiro na região a formar residentes em clínica médica. E já são mais de 70 profissionais desde então. Nesta terça-feira (23) se encerra a 12ª turma


Programa de Residência em Saúde do Heci começou em 2008

O Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (Heci) se firma como uma das especializações médicas mais importantes do Sul do Estado do Espírito Santo. Iniciado em 2008, seu programa de Residência em Saúde chega, neste ano, a 200 profissionais formados, 95 deles em Clínica Média e Cirurgia Básica, alicerces para o aprofundamento em áreas específicas.

O Heci foi o pioneiro na região a formar residentes em clínica médica. E já são mais de 70 profissionais desde então. Nesta terça-feira (23), às 14h, haverá a cerimônia de encerramento da 12ª turma.

Outras especialidades são mais recentes. A de cardiologia clínica está na 5ª turma, Anestesiologia e Gionecologia obstetrícia, na 4ª, Medicina de Família e Comunidade, na 2ª, e também se forma a 1ª turma em residência básica.

Atualmente o Heci disponibiliza 23 vagas em nove especialidades, incluindo além das já citadas Neonatologia; Mastologia e Medicina Intensiva - as mais recentes aprovações. O hospital tem pretensão de ampliação de vagas e outras especialidades para o ano que vem.

O residente recebe uma bolsa, custeada pelo Ministério da Saúde e por recurso próprio, durante o período de 2 ou 3 anos, de acordo com a duração do programa. Todos são médicos formados. A residência é uma especialização com orientação de preceptores vinculados ao hospital.

"A residência de Clínica Médica e Cirurgia Básica são formações da área básica. E depois eles podem se especializar em uma área específica.", conta Tainah Lugon, secretária do Centro de Estudos.

Neste ano, alguns residentes de Clínica Médica foram aprovados em renomadas instituições, como a Rede D'Or e USP. Na cardiologia, houve aprovações na Unifesp e no Instituto Nacional de Cardiologia do Rio de Janeiro.

"Eles saem daqui muito bem preparados, a gente fica orgulhosa também vendo que viramos um hospital-escola, fazendo com que o nosso hospital realmente seja completo, em que a gente tem ensino, educação e saúde, formando profissionais para atuar em qualquer lugar do Brasil", celebra a oncologista Sabina Aleixo, Coordenadora da Comissão de Residência Médica.

Sabina Aleixo, Coordenadora da Comissão de Residência Médica

"Eles saem daqui muito bem preparados, a gente fica orgulhosa também vendo que viramos um hospital-escola, fazendo com que o nosso hospital realmente seja completo, em que a gente tem ensino, educação e saúde, formando profissionais para atuar em qualquer lugar do Brasil", celebra a oncologista Sabina Aleixo, Coordenadora da Comissão de Residência Médica.

 

MULTIPROFISSIONAL

Além do pioneirismo na residência em Clínica Médica, o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim, também é o primeiro a ofertar Residência Multiprofissional e em Área Profissional de Saúde no Sul do Estado, especialização que consiste em pós-graduação lato sensu, modalidade de treinamento em serviço, destinada às profissões da saúde, excetuada a médica. Esse ano, o programa forma sua 4ª turma, e a cerimônia de encerramento será realizada na quinta (25).

Iniciado em 2015 em parceria com o Centro Universitário São Camilo/ES, o Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (HECI) é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Multiprofissional (CNRMS) para ofertar os programas em Atenção ao Câncer e Intensivismo/Urgência e Emergência, nas áreas de enfermagem, fisioterapia, farmácia, nutrição, psicologia e serviço social.

Comments

SEE ALSO ...