Prefeitura estima passagem a R$ 3,50 para "Passe Livre" - Jornal Fato
Política

Prefeitura estima passagem a R$ 3,50 para "Passe Livre"

A tarifa para 2019 ainda não foi definida, mas contrato para a reserva de 109 mil passagens já foi feito, mas respeitará valor em vigor


Secretaria de Desenvolvimento Social reservou R$ 381 mil para compra de passagens para quem não pode pagar - Arquivo FATO

A Prefeitura de Cachoeiro reservou R$ 381,5 mil para a compra de aquisição de 109 mil passagens através de cartões eletrônicos, para atender a população em condições de vulnerabilidade social, dando continuidade ao Programa de Transporte Popular "Passe Livre".

O valor, publicado no Diário Oficial de segunda-feira (17) chamou atenção, afinal, o valor unitário de cada passagem ficou em R$ 3,50, exatos 30 centavos a mais do que a tarifa cobrada atualmente pelo Consórcio Cachoeiro Integrado (CCI) - Novotrans, responsável pelo serviço.

Mas, de acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, de onde o dinheiro sairá, trata-se de valor apenas estimado, considerando que o aumento da passagem é anual. "Para custear o ano seguinte, formalizamos o pedido a partir de outubro, para dar tempo de tramitar o processo. Entretanto, pagamos o valor vigente na tarifa'.

Recentemente a aprovação de subsídio de R$ 1,6 milhão para o sistema provocou debates na Câmara, antes de ser aprovado por 11 x 7 pelos vereadores. O objetivo com o repasse, retroativo a janeiro deste ano, é reduzir o valor da passagem em 15 centavos do que seria considerado ideal. A medida, no entanto, não garante que o valor da passagem não seja reajustado e possa subir já em janeiro. 

Comentários

VEJA TAMBÉM...