Marataízes de ontem e de hoje - Jornal Fato
Artigos

Marataízes de ontem e de hoje

Frequento Marataízes desde a adolescência


Frequento Marataízes desde a adolescência. Sou da época dos grandes bailes de carnaval no Iate Clube; dos inúmeros blocos de rua, sendo o mais famoso o das piranhas e que nunca apreciei; da cabana do Nagib Cade na praia central e do voley às tardinhas onde rolavam as paqueras da juventude, já que os pais não permitiam as saídas à noite. Quase não havia comércio, comprava-se verduras e frutas dos agricultores que vendiam seus produtos em cestos carregados por burros e os peixes nos arrastões. E a vida da cidade existia apenas durante o verão, em março Marataízes morria.

 Há quarenta anos foi-nos possibilitado adquirir uma casa antiga no Centro, o imóvel estava muito depredado, porém o restauramos tentando manter suas características originais. A partir daí passo a narrar alguma situações. Marataízes pertencia à Itapemirim e a Prefeitura nitidamente lhe dava pouca atenção. A praça principal era maltratada e o povo nela se aglomerava apenas por não ter aonde ir.

E exatamente na Praça Central ocorriam os maiores absurdos contra os moradores, turistas e a natureza. Algumas peixarias ali instaladas foram se avolumando com seus dejetos jogados à céu aberto e com odor insuportável. Dizia-se que ninguém conseguiria tirar os pescadores, porém o Prefeito Toninho Bittencourt o fez, e eles passaram a comercializar em locais decentes e adequados. Outro problema eram as barracas de artesanato e os hippies que ali moravam sem nenhuma estrutura de higiene. A praça era feia, suja, mal utilizada e ocupada indiscriminadamente. Além dos shows com som altíssimo perturbando a vida dos moradores do Centro e arredores.

Já havia um projeto de revitalização do Centro que os prefeitos anteriores engavetaram. Felizmente Tininho Batista assumiu a Prefeitura e iniciou a obra. Cobriu toda a praça durante o verão, foi criticado, o povo não acreditava no que sairia detrás de tanto tapume. E surgiu uma praça linda, decente, bem elaborada, bem iluminada, o deque revitalizado, perfeita enfim. E Tininho continuou a obra, a praça já se estende além da rodoviária. E reformou e inaugurou a praça da Barra, calçou quase todas as ruas, inaugurou muitas outras praças menores, afinal deu a Marataízes uma cara totalmente nova. E com a demolição do Iate Clube aguarda-se o projeto da Prefeitura para o local. E após um verão tranquilo, só temos um pedido ao Prefeito Tininho, não permita os mega shows no Centro. Marataízes merece um Parque de Exposições para grandes eventos e nós merecemos veranear em paz.

 

Marilene De Batista Depes


Comments