Cachoeiro: movimento LGBT realiza manifesto contra a homofobia - Jornal Fato
Geral

Cachoeiro: movimento LGBT realiza manifesto contra a homofobia

O ato marca o Dia Internacional Contra a Homofobia, celebrado no dia 17 de maio


Foto: Divulgação/ilustrativa

Dia 17 de maio, sexta-feira, celebra-se o Dia Internacional Contra a Homofobia, data em que a homossexualidade foi retirada da classificação de doenças da Organização Mundial da Saúde, em 1990. Em todo o mundo, milhares de pessoas realizam manifestações e atos de combate à violência contra pessoas que fazem parte do grupo LGBT. Em Cachoeiro de Itapemirim, a data será comemorada no domingo (19), com a 8ª edição do manifesto LGBT+.

De acordo com Marcos Carvalho, membro do Núcleo Pedra - que presta apoio e assistência a LGBTS -, e do Conselho Estadual LGBT, o objetivo do movimento é marcar a luta diária das pessoas que fazem parte do grupo.

Marcos menciona que o preconceito ainda é grande, assim como a violência verbal e física. Segundo pesquisa do Grupo Gay da Bahia, 420 pessoas LGBTs foram mortas no Brasil em 2018. A maior parte por homicídio, contabilizando 72%, o que representa 320 casos. A ocorrência de suicídios fica em segundo lugar, com 100 casos, 24% do total.

"Neste dia, vamos lembrar de todas as pessoas que já sofreram qualquer tipo de violência e preconceito. Também serão lembrados aqueles que perderam suas vidas, principalmente com o suicídio, que tem crescido muito no Sul do Estado", menciona Marcos.

Ele diz que a intenção do manifesto também é chamar atenção do poder público municipal e demais órgãos para o público LGBT. "Ainda existe um grande preconceito contra os homossexuais, então precisamos nos mobilizar e nos fortalecer junto à sociedade, em geral, para que possamos garantir nossos direitos", complementa.

 

Conscientização

Marcos frisa a importância de conscientizar a sociedade sobre a luta contra a discriminação dos homossexuais. Para isso, o grupo fará uma caminhada com saída na Praça Jerônimo Monteiro até a Praça de Fátima. Os manifestantes utilizarão um trio elétrico para transmitir palavras de ordem e de conscientização, especialmente, sobre a importância do dia 17 de maio.

"A homofobia consiste no ódio contra os homossexuais. E isso deve ser combatido para formarmos uma sociedade tolerante, que respeita seu próximo, independente de sua orientação sexual", finaliza.

 

17 de maio

O Dia Internacional Contra a Homofobia (International Day Against Homophobia, em inglês) é comemorado em 17 de maio em homenagem a data em que o termo "homossexualismo" passou a ser desconsiderado e a homossexualidade foi excluída da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID), da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1990. No Brasil, esta data foi incluída no calendário oficial do país em 2010.

 

Programação

Domingo (19)

13h00 - Concentração na Praça Jerônimo Monteiro

14h00 - Caminhada em direção à Praça de Fátima

Shows (Praça de Fátima)

Edivaldo Mattos; Murillo Dance; K Amaury Duarte, DJ Magnun Brasil; Grupo LA; Slye Dance Borges; Bateria Carnavalesca Malícia do Samba.

Apresentações de Drags

Aghata Hill's; Kyanne Kiffer; Nathally Couth; Nathylla Thammer.

Competições

Dança; Montação.

 

 

Comments

SEE ALSO ...