Hipnose - Jornal Fato
Artigos

Hipnose

Confundida com rito religioso, poderes ocultos e até bruxaria


Foto: Divulgação

Confundida com rito religioso, poderes ocultos e até bruxaria, a hipnose ganhou holofotes depois de ser praticada pelo participante do Big Brother Brasil 2020, durante o programa.

Considerada um processo natural e científico, ela é usada no tratamento de problemas emocionais, como insônia, depressão e até disfunções sexuais.

A hipnose é um estado de relaxamento e clareza mental.

"Pela hipnose, encontramos o estado natural da nossa mente, onde estão as emoções. Quando a pessoa se emociona com um filme bonito ou tem medo de uma cena de terror, é como se estivesse hipnotizado. Isso porque ela está concentrada naquela cena e as suas emoções estão totalmente ligadas".

As pessoas pensam que hipnose é uma questão espiritual, que há controle da mente, que vão revelar segredos e fazer coisas que não querem.

A hipnose é um tratamento reconhecido e auxilia em todas as questões que envolvem ansiedade como fobia, síndrome de pânico e disfunções sexuais, entre outras situações correlacionadas.

Os especialistas afirmam que os resultados começam a ser notados entre duas e quatro sessões após o início do tratamento.

Afinal, o que é a hipnose?

É um procedimento, no qual o profissional de saúde sugere, ao tratar alguém que ele irá experimentar mudanças nas sensações, percepções, pensamentos ou comportamentos.

Em geral, o hipnólogo dá instruções para o paciente imaginar ou pensar em experiências durante a sessão.

O objetivo é atingir um nível médio de atenção para extrair da mente o que for preciso para ajudar no tratamento.

A partir daí, o terapeuta consegue descobrir traumas do passado e da infância.

Tais traumas permitem ao paciente a revelação de sentimentos e emoções reprimidos que ao voltarem à tona, podem ser melhor trabalhados.

               


Fernando Fiuza Psicólogo

Comments