Ecobikers Adventure - Jornal Fato
Artigos

Ecobikers Adventure

Ronaldo Guimarães é o líder e o maior incentivador, dos passeios de bicicleta...


Ronaldo Guimarães é o líder e o maior incentivador, dos passeios de bicicleta. Andam três vezes por semana, as terças e as quintas feiras á noite e aos sábados pela manhã.

O grupo é formado há 18 anos e participam pessoas de todos os níveis sociais, como o neurocirurgião dr. Domínio, que participa também há 18 anos e o dr. Kaddoum, urologista, há uns 7/8 anos.

Fazem também passeios especiais para Guarapari, Marataízes e outros Estados.

O grupo já viajou também pela América do Sul, da Patagônia ao Peru, em viagens mais prologadas, de quinze a vinte dias de duração.

Certa vez fazendo uma trilha no sábado pela manhã, um participante, sumiu do grupo. Quando o grupa percebeu a falta dele, retornaram e descobriram que o mesmo tinha caído num buraco de 4 metros de profundidade, com bicicleta e tudo gritando por socorro. Jogaram uma mangueira e ele foi içado pelos colegas com bicicleta e tudo.

Ao sair do buraco, ele exclamou! Puxa vida, estou todo sujo de fezes de boi, todo arranhado, além de outros impropérios.

Ronaldo é um entusiasta por esportes, além do ciclismo, pratica academia e pratica karatê.

Quando a pessoa quer entrar para o grupo de ciclistas, ele orienta sobre o tipo, a marca e as características que o veículo deve ter.

Numa viagem internacional, na cidade de Salta, no nordeste da Argentina, no deserto de Cachi, surgiu uma pessoa de mais ou menos 2 metros de altura, todo de negro, com um capuz, distribuindo um panfleto,

Um participante do grupo, muito influenciável, ficou um tanto perturbado com aquela pessoa. Souberam que era um francês muito rico, que morava na Cordilheira dos Andes, esperando a chegada de um disco voador. O participante medroso cismou que ele podia ser um demônio, sentiu o maior medo e começou a ficar um tanto agitado. Ronaldo pensou em dar um porre, para que ele dormisse e deixasse os outros dormissem em paz, mas ficou com medo de tomar esta atitude.

Soube que tinha um curandeiro na localidade, e o Ronaldo levou-o lá, e pediu ajuda ao mesmo, explicando o que acontecido. O curandeiro, disse que ele ia dar-lhe um chá, que faria com que ele se acalmasse e dormisse logo e foi o que ocorreu. O curandeiro alertou ao Ronaldo, que o ciclista, nos dias seguintes, ficaria um pouco mais eufórico, com risos imotivados e uma alegria inexplicável.

No dia seguinte, o ciclista, acordou bem, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, eufórico, e com uma alegria incomum nos dias seguintes.

Ronaldo perguntou-se? Será que o curandeiro, deu só um chá, ou ele adicionou algumas substâncias ilícitas naquela bebida?              

 

Fernando Fiuza - Psicólogo, Psicanalista, Hipnólogo

E-mail - [email protected]

Tel. (28) 99989-3561

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                         


Fernando Fiuza Psicólogo

Comentários

VEJA TAMBÉM...