Empreendendo com a preferência nacional - Jornal Fato
Especial

Empreendendo com a preferência nacional

Chope artesanal de sua própria marca emplaca primeiro lugar em recente evento em Cachoeiro


Cervejas especiais com atendimento personalizado - é no que acredita Bruno Paier, gestor do Egypt Pub e dos quiosques Chopp Brahma da cidade

Nada melhor do que um chopinho gelado, tirado no capricho, para ajudar a amenizar o escaldante calor cachoeirense.  E os apreciadores há tempos já sabem que o Egypt Pub (Rua João Mucelini, bairro Maria Ortiz) é referência na cidade quando o assunto é cerveja de qualidade, somada à boa música e atendimento personalizado. 

À frente do empreendimento está o jovem empresário Bruno Paier Barbosa, que também comanda os dois quiosques Chopp Brahma em funcionamento em Cachoeiro (Shopping Sul e Perim Center).

Há nove anos no ramo da bebida que é preferência nacional, Bruno ainda é distribuidor da conceituada cervejaria artesanal Noi no Sul do Estado e acaba de lançar o seu próprio rótulo (batizado com o mesmo nome do pub), seguindo a tendência do segmento de cervejas especiais, que cresce a cada ano no país.

O público aprovou, pois o chope Egypt foi eleito o melhor do 2º Festival de Cerveja Artesanal e Gastronomia, realizado na Ilha da Luz no início do mês.  

Ele revela que a predileção pelo nome, na verdade, se trata de referência à terra onde a bebida foi inventada. "Tudo pressupõe que a primeira cerveja feita no mundo foi no Antigo Egito", explica.

A sua empresa, que gera 25 empregos diretos, direciona boa parte dos esforços ao serviço de delivery do chope artesanal da própria marca e do rótulo Noi. 

Um dos diferenciais está no acondicionamento do produto em barris com medidas diversas, o que garante o maior leque de opções do mercado local para o cliente que pede chope em casa. "Eu sou o único na região que entrega barril de 16 litros, 20, 30... Em medidas variadas conseguimos envasar. Os demais prestadores deste serviço só oferecem barris de 30 e 50 litros", frisa.  

 

Determinação

Entusiasta da cerveja, Bruno, de 36 anos de idade, ingressou no ramo de bebidas aos 27 com a representação da gigante Ambev no Sul capixaba para a distribuição do Chopp Brahma.

Nascido e criado no Rio de Janeiro, foi soldado da Aeronáutica dos 17 aos 22 anos de idade, quando se formou em Administração de Empresas e, num rompante, resolveu virar empreendedor e se mudar para Cachoeiro, terra da sua mãe.

Ele sempre teve muito contato com a cidade, passava as férias aqui desde criança, com os avós maternos.      

O empresário transitou pelos setores de oficina mecânica e rochas ornamentais antes de ir para o de cerveja. Bruno também não parou de investir em sua formação: atualmente, conta com pós-graduação em Gestão Pública e se especializa em coaching e consultoria, para reforçar a habilidade quanto à gestão de pessoas.  

Sobre o sucesso nos negócios, avalia: "almejar e chegar ao sucesso não é difícil, se manter que é complicado... a minha meta está muito longe ainda de ser alcançada".

Mas pondera, com pé no chão: "ambição é, no meio dessa crise toda, atingirmos nosso ponto de equilíbrio e surfar nele".  

 

Conselho

Para quem deseja iniciar um negócio, o empresário aconselha a ter foco. "Se não tiver isso na cabeça, ninguém vai construir isso para você. Começar um empreendimento, com toda a essência do que você quer fazer, não é fácil".

Bruno orienta que o interessado deve abraçar a causa e ir até o final. "Não importa se as pessoas vão te chamar de maluco. Se acredita no seu potencial para fazer, vai lá e faz, dê o seu melhor".

Ele cita o exemplo do dono da Amazon, Jeff Bezos, "que foi chamado de maluco e hoje a Amazon reina no setor de logística de entrega".  

Bruno, contudo, alerta que é fundamental o empreendedor saber desviar dos percalços no caminho, dar a volta por cima. "O brasileiro não está acostumado com a derrota... nem sempre as coisas vão sair do jeito que acha que deveriam sair, se não puder lidar com isso, o poder da frustração em cima de você vai ser enorme".   

 

 

 

  

 

 

Comments

SEE ALSO ...