Curso de empreendedorismo para moradores do Zumbi - Jornal Fato
Economia

Curso de empreendedorismo para moradores do Zumbi

Iniciativa faz parte do projeto Bairro Empreendedor, da prefeitura de Cachoeiro


- PMCI

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Cachoeiro de Itapemirim (Semdec) lançou, neste mês, o projeto Bairro Empreendedor, que será permanente e contará com diversos parceiros. 

A iniciativa traz uma série de objetivos, como minimizar os efeitos do desemprego, fomentar o empreendedorismo nos bairros, com a oferta de um conjunto de políticas sociais e econômicas integradas: qualificação profissional, intermediação de mão de obra, microcrédito para pequenos empreendedores, assessoria e fomento ao cooperativismo, além do incentivo à economia solidária.

O projeto pretende abranger, gradativamente, todos os bairros de Cachoeiro, especialmente aqueles com maior vulnerabilidade social. Nesta etapa inicial, será contemplado o bairro Zumbi. Lá, a Semdec promoverá um curso gratuito sobre empreendedorismo, com um total de 25 vagas abertas para moradores da região.

As inscrições começaram nesta quinta-feira (1) e podem ser feitas, até o próximo dia 7, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do bairro e na unidade básica de saúde local. O horário de atendimento para a matrícula, em ambos os órgãos, é das 8h às 16h.

Depois, haverá a etapa de triagem e, em 9 de novembro, serão divulgados os nomes dos selecionados. O curso terá início ainda nesta primeira quinzena, com uma aula magna agendada para o dia 12, a partir das 13h, na escola municipal Julieta Deps Tallon.

As aulas terão como professor Leandro Mascarelo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, e vão acontecer na unidade de ensino, sempre das 13h às 18h. Os alunos receberão apostilas doadas pelo Sebrae. O curso está previsto para terminar em 30 de novembro.

"O projeto propõe o crescimento comercial e aproximação da prefeitura com as comunidades, com a finalidade de formação de mão de obra qualificada e assessoria aos empreendedores e pequenos negócios, as micro e pequenas empresas, e a criação de novos pontos de trabalho, gerando, assim, mais emprego e renda em diversos bairros", explica Felipe Macedo, secretário de Desenvolvimento Econômico de Cachoeiro.

Assim, complementa ele, a iniciativa visa solucionar problemas comuns e fortalecer os pequenos negócios, capacitar e qualificar profissionais autônomos, grupos produtivos, microempreendedores formais e informais, promover o empreendedorismo, o associativismo e o cooperativismo, proporcionar acesso ao microcrédito e viabilizar o encaminhamento dos trabalhadores locais ao mercado de trabalho.

Comentários

VEJA TAMBÉM...