Emancipação celebrada com desfile, dança e teatro - Jornal Fato
CANAL FATO

Emancipação celebrada com desfile, dança e teatro

Cerca de 200 alunos de quatro escolas municipais participaram do desfile cívico


Ontem, Cachoeiro de Itapemirim completou 152 anos de emancipação política e para comemorar esta data a prefeitura realizou um desfile cívico, com o tema meio ambiente. Cerca de 200 alunos de quatro escolas municipais participaram. Os estudantes se concentraram às 9h00 na rua 25 de março, no Centro, e seguiram para Praça Jerônimo Monteiro, onde fizeram apresentações de dança e teatro.

Além das escolas, também participaram da atividades o Tiro de Guerra, a Guarda Mirim, a Banda Menino Jesus de Nazaré, da comunidade do Vila Rica, e a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito.

A secretária de educação, Cristina Lens Bastos, ressaltou a importância de comemorar a data da emancipação da cidade e como o tema é relevante.



"Nós começamos a pensar na importância de pensar no passado para estruturar no futuro, então construir esta história de Cachoeiro é pensar nesta questão do meio ambiente do passado até hoje, o que temos perdido e como era a cidade. Então a gente traz essa discussão para a escola para que as crianças também possam fazer esse resgate, fazer esse estudo e sensibilizar a comunidade para pensar o quão importante é a preservação do meio ambiente neste momento", afirma.

De acordo com a secretária de meio ambiente, Andressa Colombiano, o tema abordado foi "Salve a mãe natureza" considerando o momento atual de preservação do meio ambiente, portanto o desfile foi de extrema importância.

"As crianças são as responsáveis por dar continuidade a essa questão de preservação, e é na escola que temos que começar a trabalhar a educação ambiental para um futuro melhor para o nosso mundo, e não só para a nossa cidade", diz.

Cada escola representou aspectos relacionados ao meio ambiente. Os temas escolhidos pelas quatro escolas participantes foram desmatamento, arborização, consumo exagerado dos recursos naturais e o uso racional da água.

A professora Simone Machado de Athayde faz parte da gerência de arte, cultura e diversidade da secretaria municipal de educação, diz que o desfile é importante porque leva a criança a refletir sobre o assunto.

"Os alunos refletem sobre o desmatamento, sobre as mudanças climáticas que ocorreram nos últimos anos e refletem também no espaço que estamos inseridos e as mudanças que estão acontecendo na nossa cidade", conta.

Comentários

VEJA TAMBÉM...