Saúde Pública - Jornal Fato
Artigos

Saúde Pública

Saúde é um completo bem estar físico, mental e social


Saúde é um completo bem estar físico, mental e social. Um direito do cidadão e dever do Estado. Está escrito em nossa Constituição. Acrescento o bem estar espiritual. A espiritualidade é uma forma inteligente de se alcançar o equilíbrio emocional, o controle psíquico da pessoa, com isso, evitando os agravos em saúde. Oferecer as condições ideais para a obtenção do pleno gozo do físico, mental e social é quase um sonho, seria uma sociedade perfeita pelas ações das três instâncias de governo (Município, Estado e União). Um sonho de trinta anos, escrito na Constituição, no Sistema Único de Saúde (SUS) e na Lei Orgânica do nosso país. Vivemos mais e aumentamos expectativa de vida (hoje, no Brasil, de 76 anos). Porém, ainda assim morreremos. E qual é a causa de nossas mortes? No adulto: doença cardiovascular (coração e derrame cerebral) e depois o câncer. Nos jovens, são os traumas (violência, trânsito e suicídio). Pensar na saúde pública (saúde coletiva) é pensar na prevenção da doença (nos agravos à saúde). Por isso, a importância dos três meses (setembro, outubro e novembro). Nesses meses devemos: fazer uma revisão das ações de governo; lembrar a virtude da prudência (fidelidade ao futuro e não apenas ao presente) e os fatores de riscos para as enfermidades (hábitos e estilo de vida).

Lembrar Setembro: Amarelo (depressão e suicídio) e Verde (doação de órgãos e tecidos - doação de sangue); Outubro (câncer de mama) e Novembro (câncer de próstata). O câncer é conhecido da humanidade de longo tempo (descrição em papiros egípcios). Foi descrito e nominado por Hipócrates, inicialmente em grego, a palavra tomou a forma latina (câncer: que significa caranguejo). Em Portugal é nominado como cancro. É um crescimento desordenado de células devido uma mutação genética - DNA celular. Acomete qualquer parte do corpo. Os indicadores (incidência, morbidade e mortalidade) são obtidos através de relatos dos casos e pela análise dos dados das certidões de óbito. São indicadores importantes para programação das ações governamentais. O Instituto Nacional do Câncer (INCA), órgão auxiliar do Ministério da Saúde, em 2018, apresentou a localização dos tumores (Homens: 32% em próstata e nas Mulheres: 30% em mama). "O câncer não tem uma única causa". Apresentam-se causas externas (alteração água, terra e ar, radioatividade, indústria química, alimentos e medicamentos) e internas (hormonal, imunológica e mutação genética). As causas externas são as mais importantes, ditos fatores cancerígenos.  Na prevenção impedimos que o câncer se desenvolva (evitando os fatores de risco) e detectamos e tratamos doenças pré-malignas - vírus HPV, pólipos intestinais ou câncer assintomático inicial. Individualmente, sob orientação médica, realiza-se o rastreamento (mamografia nas mulheres; PSA nos homens). Coletivamente devemos estar sempre alertas: "Não fumar/ Alimentação saudável/ Peso corporal/ Exercício físico/ Amamentação/ Preventivo de Ca colo de útero/ Vacina HPV para meninos e meninas/ Vacina hepatite B/ Álcool/ Carne vermelha/ Sol e produtos da indústria química."

 

Sergio Damião Sant'Anna Moraes

Visite meu Blog: blogazulix.blogspot.com.br

 


Sergio Damião Médico e cronista

Comments

SEE ALSO ...