No alto da serra, uma surpreendente lagoa... - Jornal Fato
Turismo

No alto da serra, uma surpreendente lagoa...

Em atividade há quase dois anos, Rancho da Lagoa Restaurante e Pizzaria se tornou point turístico de Fruteiras


Imponente: belo chalé colonial, com vista panorâmica para grande lagoa, chama atenção de quem passa pelo km 36 da Rodovia Geraldo Sartório - Ronaldo Santos/Jornal Fato

Os turistas que passam pelo km 36 da Rodovia Geraldo Sartório, no distrito de São José de Fruteiras, têm a atenção despertada por uma imponente estrutura. Trata-se de um belo chalé em estilo colonial, construído caprichosamente com eucalipto tratado e alvenaria.

A maior surpresa, porém, acontece durante a aproximação. O estabelecimento proporciona vista panorâmica para a grande lagoa situada logo abaixo. Um moinho completa o cenário bucólico.

O empreendimento em questão é o Rancho da Lagoa Restaurante e Pizzaria. Em atividade há quase dois anos, se tornou point da região.

De terça-feira a sábado, o funcionamento é das 9h00 às 23h00. E, aos domingos e feriados, das 9h00 às 16h00.

À frente da administração está Ronaldo Agostinho Souza Amaral. Para compor o cardápio se inspirou em um restaurante que frequentava no Rio de Janeiro, um dos lugares onde morou - além de Santos e Campinas -, quando trabalhou na Petrobras. "Eu era fascinado pela comida e descobri que a dona era capixaba. Pensei na hora: um dia quero montar um restaurante do porte do dela", revela.


Com a proposta de realizar trabalho direcionado para o turismo, Ronaldo assumiu o espaço, cujo proprietário é o produtor rural Fernando Natal Cereza. E, com muito trabalho, junto da esposa e do sócio, André Cabral Dan, conseguiu atingir o objetivo de transformá-lo em um concorrido ponto turístico. "Não esperávamos um resultado tão rápido", comemora.


Rancho da Lagoa

Rodovia Geraldo Sartorio Km 36 (26,50 km)
29295000 Vargem Alta
 
Highlights info row image (28) 99913-7969
 
 

O Rancho da Lagoa, que trabalha com restaurante no sistema self-service, oferece moqueca nos fins de semana. E, às vezes, também feijoada, galinha caipira, rabada, frango com quiabo e polenta.  À noite, os destaques são pizzas, petiscos e caldos - que não poderiam faltar por conta do frio (a região onde fica o estabelecimento está situada a cerca de mil metros de altitude). 

De 15 em 15 dias, tem shows de música ao vivo às sextas-feiras, a partir das 20h00. Esporadicamente, há ainda eventos gastronômicos especiais. Como, por exemplo, carneiro no buraco, costela no bafo e galinhada.

Uma boa pedida para quem está apenas de passagem na estrada são os elaborados pastéis (destaque para o de queijo com linguiça) e o bem tirado café espresso. Também costumam ter muita saída na casa o chope de vinho (da marca Napoli), cervejas variadas e a tradicional cachacinha.

 




Sobre a lagoa

Grande atração do local, a lagoa tem quatro metros e meio de profundidade e é habitada por tilápia, tambaqui, traíra, carpa e bagre-amarelo. Há caiaque para aluguel, e terá pedalinho, agora em junho. A pesca é liberada, mas os clientes precisam trazer os equipamentos e devolver os peixes menores à lagoa. Os maiores podem ser levados.

Comentários

VEJA TAMBÉM...