Santa Casa incentiva mulheres a doar sangue - Jornal Fato
Saúde

Santa Casa incentiva mulheres a doar sangue

Apesar de maioria na população (51%), elas representam apenas 30% do total de doadores


As mulheres são maioria na sociedade, estima-se que sejam 51% em Cachoeiro de Itapemirim, mas representam apenas 30% dos doadores que procuram o Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia. Para tentar aumentar esse número, o hospital realiza campanha para incentivá-las a doar mais.

Esquecimento, falta de tempo, não ter ninguém conhecido precisando, medo de agulha, sangue ou de passar mal, entre outros, são as principais desculpas identificadas, para o não comparecimento. Por isso, o projeto visa acabar com os mitos que impedem as doações, sensibilizando-as para aumentar o número de doadoras.

De acordo com a enfermeira supervisora do Banco de Sangue, Cintia Pimenta, a Santa Casa tem recebido em média, 20 doações diárias, entretanto, para manter o estoque estável são necessárias 35. Ainda segundo a enfermeira Cintia, em sua maioria, as mulheres cuidam mais da saúde que os homens.

"As mulheres cuidam mais da saúde, são mais comprometidas e têm menor incidência de vida promíscua. Por isso, o sangue tem menos chance de rejeição".

A campanha deste ano inicia na próxima terça-feira e termina no dia 30 de maio. Serão distribuídos brindes. Todas que comparecerem neste período, também concorrerão a um mini book com a fotógrafa Erika Medeiros.

Além de abastecer sua própria demanda, o hospital também fornece sangue para a filial Castelo o ao Hospital Infantil Francisco de Assis (Hifa). O banco de sangue da Santa Casa Cachoeiro funciona de segunda a sexta-feira, de 7h00 às 16h00 e sábado, de 7h00 às 11h00.

 

O que você precisa para ser doadora:

- Ter entre 16 e 68 anos;

- Ter peso superior a 50 Kg;

- Não estar com suspeita de gravidez, grávida ou amamentando;

- Não ter tido hepatite após os 10 anos de idade;

- Não ser portador de doenças graves;

- Não ter feito tatuagem ou colocado piercing há menos de um ano;

- Não fazer uso de medicação controlada, inibidores de apetite, medicamentos para ansiedade e depressão;

- Apresentar documento oficial com foto (obrigatório);

- Em período menstrual só com a taxa de hematócrito ideal (verificada antes da doação);

- Após três meses de aborto ou de parto normal;

- Após seis meses de parto cesariana;

OBS: Jovens com 16 e 17 anos podem doar com autorização do responsável. Para primeira doação a idade limite é 60 anos.

Comentários

VEJA TAMBÉM...