Saúde

Paraíso e região têm novo local para serviços de saúde


Passam a ser oferecidos aos usuários sala de vacina própria e um educador físico

Os usuários do serviço de saúde do bairro Paraíso e região, em Cachoeiro de Itapemirim, têm agora novo local como referência no atendimento. Mais amplo e adequado, o imóvel recebeu as equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF) nesta semana e já atende os moradores.

 

São quatro bairros referenciados ali: Amarelo, Nossa Senhora da Glória, Paraíso e São Geraldo, e o novo espaço vai beneficiar cerca de 12 mil pacientes cadastrados. Com a mudança, a prefeitura passa a disponibilizar a eles dois novos serviços: a sala de vacina própria, que será aberta já na próxima semana, e um educador físico, que iniciou o trabalho ali nesta segunda (12).

 

Apesar do foco em idosos e nos pacientes em tratamento contra a hipertensão e o diabetes, o trabalho do educador físico vai além, e qualquer paciente da região pode agendar a participação nos grupos de exercício.

 

As atividades com esse novo profissional chegam agora à nova unidade do Paraíso seguindo exemplo de outras regiões de Cachoeiro, que passaram recentemente a oferecer esse acréscimo ao tratamento, por meio de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf).

 

"A nova unidade permite mais benefícios aos moradores, também por ter o pátio externo e mais cômodos para mais consultórios. E, em breve, a unidade do Paraíso terá mais novidades", anuncia a subsecretária de Atenção Primária da prefeitura, Márcia Passabom.

 

"A melhoria do atendimento no município é gradativa e depende da junção de estrutura adequada e um grupo comprometido de profissionais. Parabéns à equipe da saúde, que está trabalhando por um atendimento cada vez mais humanizado", afirmou o prefeito Victor Coelho.

 

O prédio atual fica na esquina entre as ruas Euclides da Cunha e Gonçalves Coelho. Além dos novos serviços, o local é referência para três equipes, que incluem três médicos generalistas, três enfermeiros, três técnicos de enfermagem e 12 agentes comunitários de saúde.

Comentários

VEJA TAMBÉM...