Empresário capixaba morre de H1N1 em São Paulo - Jornal Fato
Saúde

Empresário capixaba morre de H1N1 em São Paulo

Antônio Ponso Louzada Júnior, conhecido como Tony, viajava para São Paulo a trabalho


Um empresário de 58 anos morreu após ser infectado pelo vírus H1N1 e ficar 19 dias em coma, na cidade de São Paulo. O hospital Ipiranga onde ele estava internado confirmou a morte nesta segunda-feira (11).

Antônio Ponso Louzada Júnior, conhecido como Tony, viajava para São Paulo a trabalho. A família não sabe dizer onde o empresário contraiu a doença, se lá ou no ES.

Tony morava em Meaípe, em Guarapari. Ele era proprietário da Pousada Caravelas e também de uma das primeiras lojas de surfwear do estado, Waves Tony.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) informou que foram registradas neste ano quatro mortes por H1N1 no ES.

Em São Paulo, 41 mortes foram registradas.

A família relatou que aconselhou que o empresário tomasse a vacina, já que viajava frequentemente, porém ele não achava necessário.

O corpo de Antônio será velado a partir das 11h e sepultado às 16h30 de hoje (12), no cemitério Parque da Paz, em Ponta da Fruta, em Vila Velha.  

Comentários

VEJA TAMBÉM...