No embalo do diesel, vereador quer reduzir tarifa - Jornal Fato
Política

No embalo do diesel, vereador quer reduzir tarifa

A iniciativa ocorre depois que o governo federal concedeu R$ 0,46 de desconto sobre o combustível por 60 dias


A redução do preço do diesel no país inspirou movimento de vereadores na Câmara de Cachoeiro, que defendem a redução do valor da passagem no transporte coletivo urbano. Na sessão de terça-feira (5), o vereador Wallace Marvilla (PP) formalizou, com o apoio de outros parlamentares, indicação à Agersa, agência que regula o serviço, para que avalie a possibilidade de diminuir o valor cobrado.

A iniciativa ocorre depois que o governo federal concedeu R$ 0,46 de desconto sobre o combustível por 60 dias e o Governo do Estado ampliou a redução em mais R$ 0,05, após a greve dos caminhoneiros.

Mas, é improvável que haja qualquer redução. Na avaliação do gerente operacional da Viação Flecha Branca, Renato Borges, o que o vereador propõe é inviável

"Ainda que nenhum estudo tenha sido feito para uma possível redução, de antemão, a redução é inviável. Temos gastos altos com insumos, gastos com manutenções dos veículos, a cada dia o número de passageiros pagantes vem caindo, prejudicando a arrecadação da empresa", disse Borges.

A indicação não tem força de lei. É mera sugestão. Marvilla deve se reunir nesta quinta-feira (7) com o presidente da Agersa, Vanderley Teodoro e, em seguida, deve entregar a indicação ao prefeito Victor Coelho (PSB).

"Já que o combustível vai abaixar é legítimo que o executivo usando o contrato com a empresa, peça também que a passagem a reduza. Lembrando que a Agersa tem legitimidade para fazer esta redução". Comentou Wallace.

Mesmo sem estudo de viabilidade financeira, o vereador acredita, que, em termos de valor justo, a passagem poderia retornar ao preço de R$ 3,00.

Segundo a Agersa, a autarquia recebeu o pedido do vereador no fim da tarde desta quarta-feira (6), e vai analisar a indicação dentro dos próximos dias.

Comentários

VEJA TAMBÉM...