STF nega habeas corpus e autoriza prisão de Lula - Jornal Fato
Política

STF nega habeas corpus e autoriza prisão de Lula

Por 6 votos a 5, os ministros negaram recurso que impediria a prisão de Lula antes do trânsito em julgado


 

Redação

 

Numa apertada votação, o Superior Tribunal Federal (STF) negou na madrugada desta quinta-feira (05) o pedido de habeas corpus que poderia manter solto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Também, na mesma sessão, que durou mais de 10 horas, os ministros extinguiram a liminar que impedia sua prisão.

 

Em julho do ano passado, Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro a nove anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em janeiro de 2018, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) aumentou a pena para 12 anos e um mês.

 

A defesa do ex-presidente entrou com pedido de habeas corpus no STF para impedir a execução penal antes do trânsito em julgado, ou seja, até que todos os recursos fossem julgados.

 

Também impetraram liminar, que foi acatada na ocasião pelo STF, para que o ex-presidente não fosse preso até o julgamento do habeas corpus.

 

A sessão começou às 14 horas de quarta-feira (04) e terminou depois de 0 hora desta quinta. O placar da votação do habeas corpus ficou em seis votos contra a cinco favoráveis ao habeas corpus.

 

Votaram contra o habeas corpus os ministros Cármen Lúcia, Luiz Fux, Rosa Weber, Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

 

Já os que votaram favoráveis ao pedido foram Dias Tófoli, Celso de Mello, Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Comentários

VEJA TAMBÉM...