Polícia

Lavrador é assassinado na zona rural de Mimoso do Sul

A polícia ainda não tem pistas do autor do homicídio.


Beto Barbosa

Um lavrador de 46 anos foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (16) quintal da residência onde trabalhava como colono, na localidade de Belomont, zona rural de Mimoso do Sul, a cinco quilômetros do centro.


Aparentemente, Reinaldo Jesus Ramos, 45, foi assassinado durante a noite, mas como ele morava sozinho seu corpo só foi encontrado na manhã desta segunda-feira, pelo dono da propriedade.


A polícia ainda não tem pistas do autor do homicídio. A suspeita é que Reinaldo estivesse dentro de casa, quando foi chamado pelo assassino. Ao sair para atende-lo foi assassinado. A vítima ficou caída no quintal, a 10 metros da residência.


"Não faço a mínima ideia do que pode ter acontecido. Foi um negócio estranho. Não roubaram nada dele. Vieram para matá-lo", ressaltou o dono da propriedade, o técnico de radiologia Argeu Oliveira de Souza, 60.


Argeu disse que encontrou o corpo do lavrador por volta de 6h30 quando chegava à sua propriedade para fazer a ordenha das vacas. A vítima trabalhava no cafezal como meeiro - sistema em que dono e trabalhador dividem o lucro em partes iguais - e também o ajudava a cuidar dos animais.


"Ele trabalhava com a gente havia uns cinco anos. Era trabalhador, gente boa. Não tinha inimigos. Foi um susto muito grande", explicou Argeu, que chamou a polícia.
O corpo de Reinaldo foi analisado pela manhã pela Perícia Técnica da Polícia Civil e encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro.

Comentários

VEJA TAMBÉM...