Reflorestar libera R$ 5,6 mi para "produtores de água" - Jornal Fato
Meio Ambiente

Reflorestar libera R$ 5,6 mi para "produtores de água"

Recurso foi repassado a 814 produtores em 71 municípios do Espírito Santo, apenas neste ano


A meta é a recuperação de 80 mil hectares, por meio de restauração e conservação da vegetação nativa - Foto: Divulgação

O Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) liberou em 2018, por meio do Programa Reflorestar, R$ 5,6 milhões em pagamentos de serviços ambientais, a 814 produtores de diferentes bacias hidrográficas, em 71 municípios do Espírito Santo.

O Reflorestar tem o objetivo de manter, recuperar e ampliar a cobertura florestal, restauração de nascentes e estímulo à adoção de práticas de uso sustentável dos solos, com geração de oportunidades e renda para o produtor rural. A expectativa do banco é superar o valor liberado ano passado, quando o programa liberou R$ 9 milhões em 1.197 contratos.

O diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti, destaca o empenho do banco capixaba na liberação dos contratos para os "produtores de água", atividade que passou a ter a instituição como operador financeiro.

"O programa é um benefício múltiplo para o produtor, para sociedade e para a natureza e o empenho da equipe do banco, em conjunto com o Iema é fundamental para ampliar a atuação do Programa", destaca Colodetti.

O Reflorestar é iniciativa cujo desenvolvimento foi resultado da integração de programas de recuperação da Mata Atlântica e envolve além do Bandes, a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama) e o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

A meta é a recuperação de 80 mil hectares, por meio de restauração e conservação da vegetação nativa, desmatamento evitado e arranjos florestais de uso sustentável.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...