Meio Ambiente

Listas de fauna e flora ameaçadas de extinção no ES serão atualizadas


Foto: Divulgação

Uma nova lista de espécies ameaçadas de extinção no Espírito Santo será entregue em 2018. A atualização é uma parceria entre o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (Iema), a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) e o Instituto Nacional da Mata Atlântica (Inma).

 

O Espírito Santo vai ser o 2º Estado do Brasil a fazer a revisão da lista de espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção. Com uma das maiores biodiversidades do planeta, é o Estado que mais descobre novas espécies de flora por hectare.

 

Com a lista é possível identificar as espécies que correm risco de extinção e traçar estratégias de conservação dessas populações. "Essa atualização é muito importante para a preservação da biodiversidade capixaba e também como incentivo a pesquisadores da área, que terão disponíveis um excelente banco de dados. Mais uma vez estamos saindo na frente.", disse o diretor-presidente do Iema, Jader Mutzig.

 

Para Claudio Nicoletti de Fraga, chefe da divisão de ciências do Instituto Nacional da Mata Atlântica, revisar a lista de espécies ameaçadas do Estado será fundamental para incluir as descobertas científicas realizadas ao longo dos últimos anos. "O Espírito Santo é recordista em descobertas de novas espécies para a ciência. Em plantas o número é de 9,7 espécies por 1000 km². O segundo lugar é o Rio de Janeiro com 5,1 espécies por 1000 km². Além das novidades taxonômicas, o Espírito Santo está entre as regiões de maior biodiversidade do mundo", afirmou Claudio.

 

Atualmente são reconhecidas 753 espécies de plantas e  208 espécies de animais ameaçados no Espírito Santo. Entre as plantas, as orquídeas possuem os maiores números de espécies ameaçadas, enquanto para a fauna as aves são as que correm perigo.

Comentários

VEJA TAMBÉM...