Coisas de Cachoeiro de Hoje - Jornal Fato
Artigos

Coisas de Cachoeiro de Hoje

Grande problema de quase todas as cidades, Cachoeiro entre elas, é o morador não conhecer... sua própria cidade


Grande problema de quase todas as cidades, Cachoeiro entre elas, é o morador não conhecer... sua própria cidade. Reclama-se muito, eu também, mas não se tem olhos para o que a cidade tem de valor. Vejam quatro fotos de Cachoeiro (no caso, no Mirante, estrada que leva a Vargem Alta - fotos de Samuel Almeida de Souza - (28) 99955-0157).

Numa das fotos, grande quantidade de veículos em "sessão" de voo livre - muita gente. Na outra, também em atividade de voo livre, Samuel conduz a jovem Déborah Moraes, em seu primeiro voo, na rampa do Mirante. E nas outras duas, um panorama geral.

Fala sério, você sabia que isso acontece com frequência em Cachoeiro? E se coisas assim fossem intensamente divulgadas, aqui e lá fora, onde Cachoeiro estaria em visibilidade nacional e internacional?

Fica a intenção de incentivar boas coisas da cidade, que a cidade não conhece.

Com pequenas adaptações segue crônica minha,14 anos de publicada. Continua a mesma coisa? Melhoramos?

 

O Bonde da Cultura

(Publicado originalmente em 27 11 2004, há 14 anos). - Um dos grandes males da cidade (todas) é que o cidadão que a habita não a conhece. E quando não conhece a cidade - já repetimos diversas vezes - o cidadão não tem condições de gostar dela e muito menos de promovê-la. Ao contrário, não a conhecendo e vendo, dentro de casa, através de jornais, revistas e, principalmente, pela televisão, os sucessos divulgados de outras cidades, acaba ele por menosprezar a própria cidade (por que não a conhece) e tende a louvar a cidade dos outros (no que, muitas vezes, é só ilusão).

Tinha Cachoeiro, até a pouco, ônibus doado pela Viação Flecha Branca à Secretaria Municipal de Cultura, cujo objetivo era mostrar a cidade ao cachoeirense, principalmente estudantes de escolas públicas e privadas de segundo grau. Pretendia-se, à frente, colocar mais um ou outro ônibus, para conduzir outros segmentos da sociedade, levando-os aos pontos mais importantes do município, no aspecto cultural, histórico ou econômico-social. O ônibus levou a criançada, por mais de ano, à Casa dos Braga, à Casa de Roberto Carlos, à Ilha da Luz (e Fábrica de Pios), ao Bernardino Monteiro e ao Teatro Rubem Braga, entre outros.

Infelizmente, e eu não sei o porquê, de repente, sem alarde e sem mínima reclamação (já disseram que Cachoeiro é a terra dos calados) o ônibus saiu de circulação, deixando órfã mais uma boa iniciativa em favor da cidade, a de fazer com que os cachoeirenses passassem a conhecer o local onde moram, principalmente os pontos mais importantes. Sob o aspecto pessoal, registro meu descontentamento com a retirada do "bonde", porque a iniciativa (que foi minha, ajudada por Luciá Sampaio) não deveria ter sido paralisada, por óbvias razões.

Devo dizer, a bem da verdade e do registro histórico, que essa tímida tentativa - de levar o cidadão à cidade - surgiu de minhas leituras sobre a experiência de governo municipal de Ribeirão Preto, administração Antonio Palocci Filho, em meados da década passada. O trecho em que me inspirei, do livro do Dr. Palocci, é este: "Também merece destaque um programa simples de turismo local, criado para estimular os moradores a redescobrir sua cidade com base em seus pontos turísticos e culturais. O passeio é realizado em um ônibus da empresa municipal e é acompanhado por monitores da Secretaria Municipal de Cultura. Como boa parte da população ainda não conhece todos esses locais, o programa tem obtido ótimos resultados".

Lá, como cá, a situação é a mesma. A maioria dos cidadãos não conhece o lugar onde mora (por exemplo, o leitor que me lê, agora, já foi à Casa de Roberto Carlos, ou à Fábrica de Pios Maurílio Coelho?).

Necessário o reencontro da cidade com seus moradores, comprometendo-se, assim, e cada vez mais, com eles e com a nossa cultura, história e economia.


Higner Mansur Advogado, guardião da cultura cachoeirense e, atamente, vereador

Comentários

VEJA TAMBÉM...