Código Sanitário Municipal de Cachoeiro será reformulado - Jornal Fato
Geral

Código Sanitário Municipal de Cachoeiro será reformulado

A minuta do projeto de lei que indica as alterações será disponibilizado hoje no site www.cachoeiro.es.gov.br


Regras para estúdios de tatuagem estão entre as novidades do documento - Foto: Pixabay

Em vigor em Cachoeiro de Itapemirim há quase 30 anos, o Código Sanitário Municipal passa por reformulação, que é conduzida pela prefeitura e para a qual os moradores terão a oportunidade de colaborar com sugestões.

A minuta do projeto de lei que indica as alterações será disponibilizado hoje no site www.cachoeiro.es.gov.br, onde ficará disponível, para apreciação pública e recebimento das proposições populares, durante 30 dias.

A atualização do documento - que foi criado em lei, em 1989, e regulamentado em decreto, em 1991 - é coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), por meio da Vigilância Sanitária, responsável pelos estudos que apontam as modificações.

O esboço prevê que o novo código passará a atuar, pormenorizadamente, em todos os estabelecimentos licenciáveis, como os de saúde (como clínicas e consultórios), de interesse à saúde (como salões de beleza e estúdios de tatuagem e piercing) e de clínicas veterinárias.

Além desses ramos, a área de alimento - focada, até antes dessa reforma, apenas em restaurantes, padarias e açougues, por exemplo - será estendida a bares, lanchonetes e afins.

"A grande contribuição será a sustentabilidade de uma legislação municipal. Antes, baseávamos somente em legislações das esferas federal e estadual", destaca a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

Depois da consulta pública, o texto será finalizado e, então, enviado à Câmara dos Vereadores, para votação. Em seguida, se aprovado, vai para a apreciação e sanção do prefeito Victor Coelho.

Comentários

VEJA TAMBÉM...