Carros apreendidos serão leiloados com mais facilidade - Jornal Fato
Geral

Carros apreendidos serão leiloados com mais facilidade

Uma relação com 1.695 empresas foi publicada quarta-feira pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), no diário Oficial do Estado


Mais de 55 mil veículos já foram leiloados pelo Detran, meta, agora, é esvaziar pátios de delegacias - Foto: Leonardo Duarte/Secom-ES

Até o final do mês os pátios de veículos apreendidos do Detran devem ser completamente esvaziados no Espírito Santo. A previsão é do diretor-geral Romeu Scheibe Neto. Desde dezembro de 2016, quase 55 mil veículos foram leiloados, dos quais 25 mil voltaram a circular e quase 30 mil foram vendidos como sucata.

A realidade é bem diferente da encontrada nos pátios de delegacias de Polícia Civil. e a experiência do Detran deverá ser a base para desocupá-los também. Para isso, nesta semana foi assinado Ato Normativo Conjunto entre Tribunal de justiça, Governo e Ministério Público, com o objetivo de regulamentar a aplicação dos procedimentos para leilão de veículos apreendidos, segundo o Código de Trânsito Brasileiro.

"É um ato administrativo importante para simplificar algo que atrapalha a rotina de nossas instituições policiais. Fruto de um profundo diálogo. Rompe a teia da burocracia, que dificulta o desenvolvimento do país. Vai facilitar o trabalho desempenhado por nossos policiais", disse o governador Paulo Hartung.

De acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, a Polícia Civil passa por situação difícil, com pátios lotados. "A assinatura do ato normativo vai possibilitar fazer leilões eletrônicos. Com isso, vamos tirar de frente das nossas delegacias os veículos frutos de investigação, de atendimentos de ocorrências", explica.

O delegado-geral da Polícia Civil, Guilherme Daré, acredita que o ato normativo conjunto vai agilizar os serviços da instituição, já que muitos veículos são apreendidos e permanecem nos pátios da Polícia Civil por muito tempo, aguardando identificação dos proprietários, ou até mesmo que sejam identificados, pois, em muitos casos, os veículos estão adulterados, o que impossibilita a sua identificação.

"A partir da assinatura deste ato normativo, os veículos apreendidos poderão ser colocados à disposição do Detran para alienação. Dessa forma, acreditamos que os pátios da Polícia Civil serão esvaziados e, por sua vez, não teremos mais veículos estacionados em frente às nossas unidades", destacou Daré.

Comentários

VEJA TAMBÉM...