Os óculos de Realidade Aumentada da Apple - Jornal Fato
Fato Inovador

Os óculos de Realidade Aumentada da Apple


Os óculos da foto são apenas o conceito do Apple AR, os óculos de Realidade Aumentada da Apple.

 

O conceito prevê que eles terão um sistema de projeção a laser semelhante ao conceito Intel Vaunt, da Intel.

 

A tecnologia permite que os óculos permaneçam pequenos e leves, parecendo muito com óculos normais. 


O quadro será de metal de alta qualidade e abrigará uma variedade de câmeras, sensores e antenas sem fio para que funcione como um smartphone.

 

Terá sensores de meio ambiente na frente, bem como uma câmera.

 

As lentes serão em vidro resistente a arranhões e a queda. Elas mudarão de cor para servirem como óculos de sol e comum no mesmo produto.

 

O Apple AR virá com uma base de carga, que usará o padrão Qi.

 

Previsão de lançamento: 2020.



Prêmio MTV MIAW do Brasil 1

A MTV acaba de confirmar a edição brasileira do "Prêmio MTV MIAW". A premiação reverencia e celebra os ícones da geração atual. As categorias premiam os favoritos na Cultura POP, como música, entretenimento e do universo digital, por votação popular. O evento acontecerá em São Paulo, no mês de maio

 

Prêmio MTV MIAW do Brasil 2

O Prêmio é uma ideia original da MTV América Latina. O evento tem como objetivo celebrar a diversidade e os novos ídolos da audiência que é, assim como seus ícones, múltipla e inclusiva. A MTV México realizou, em 2017, a 5ª edição do evento, que contou com a participação da cantora Anitta para entregar o prêmio na categoria "Instagramer".

 

Prêmio MTV MIAW do Brasil 3

Nesse ano, o MTV MIAW México alcançou recorde do número de votações - foram 680 milhões ao todo - e ficou entre os mais twittados do mundo com diversas hashtags. Na TV, o evento também bateu recorde de audiência e colocou a MTV México em primeiro lugar. A MTV pretende repetir aqui no Brasil o mesmo sucesso alcançado no México.

 


Joaquim Neiva é Jornalista e Gestor de Marketing Digital e Mídias Sociais na Empresa Fazejamento Digital. (WhatsApp: 28 98814-6228)

Como o TSE deveria enfrentar as "fake news"

 

Estou convencido de que a investigação da JBS pelo Ministério Público (MP), que resultou na operação da Polícia Federal (PF), foi motivada por uma fake news (notícia falsa) viralizada (divulgada massivamente) nas redes sociais na época: O "filho do Lula" seria o verdadeiro dono da Friboi/JBS.

 

A PF não encontrou por lá o filho do Lula, mas desbaratou um gigantesco escândalo de corrupção envolvendo ninguém menos que o atual Presidente da República, Michel Temer, e o PMDB, dentre outros.

 

Mentiras têm pautado não somente as ações dos MPs e da PF, mas também da chamada "mídia profissional", que tem espalhado notícias falsas em muitas das suas capas e manchetes.

 

Como definir o que são notícias falsas ou verdadeiras em um país em guerra ideológica, pouco séria, desde as chamadas "jornadas de 2013", que reivindicavam baixar igualmente os preços das passagens de ônibus e do Toddynho?

 

Aponto apenas um caminho dentro do Estado de Direito: Cumprir o Parágrafo IV do Artigo 5º da Constituição Federal, que diz que "é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato". Ou seja, todas as pessoas têm o direito de divulgar quaisquer informações por quaisquer meios de que disponham, desde que se identifiquem. Caso divulguem fake news, que sejam punidas na forma da Lei.

 

Qualquer Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as Eleições de 2018, que não parta dessa premissa, será cerceamento da Liberdade de Expressão.


Cleiton Martins é especialista em vendas online

Erros no marketing digital que sua empresa precisa superar

 

Certamente você já ouviu falar sobre o marketing digital e toda a revolução que ele vem fazendo ao longo dos anos. Sendo feito de forma estratégica, ele é capaz de aumentar a visibilidade da empresa, alavancando suas vendas.

 

Mas é preciso saber utilizar para que a má utilização não acabe em fracasso digital.

 

O Marketing Digital não se limita apenas a um site ou um blog, uma campanha no Google AdWords, impulsionar publicação ou uma página numa rede social. Essas ferramentas precisam de um bom planejamento e uma equipe preparada para trabalhar com elas.

 

Além de disponibilizar um valor de investimento na equipe de marketing ou na terceirização desta, sua empresa deverá investir também em anúncios nas redes sociais e no Google. Disponibilizar desse valor para estes recursos é indispensável, pois eles são os canais de comunicação que sua empresa terá com o seu público. E isso sem falar no número de empresas que estão divulgando na internet também, o que acaba fazendo com que esse serviço se torne mais caro.

 

Imaginar campanhas, elaborar um tipo de anúncio convincente, saber lidar com erros e bugs das ferramentas, entre outros desafios, são coisas que sempre acontecem e que vão testar a sua paciência.

 

Outra coisa que se deve ficar atento é para a criação de novas ferramentas que auxiliam na gestão das redes sociais e outras mídias utilizadas, por isso o profissional do marketing deve se manter atualizado, evitando despender muito tempo em uma tarefa, comprometendo o resultado final.

 

Isso apenas falando pelo lado da execução das tarefas, algo mais prático.

 

Após realizar esse trabalho, é importante saber lidar com os números que serão apresentados. Analisá-los para saber se estão em uma crescente é essencial para definir o caminho que será traçado a partir deles.

 

Se você está tendo dificuldades em vender com a sua empresa e aposta as suas fichas no Marketing Digital, achando que ele alavancará as suas vendas, você poderá ter uma decepção.

 

O Marketing Digital tem sim, o poder de aumentar a divulgação do seu produto. Mas ele não tem o poder de resolver questões sobre a qualidade do produto e a forma de entrega.

 

Com isso, conclui-se que ele é um aliado importante na divulgação da sua marca. Mas é preciso saber mexer com ele, ter conhecimento, para que possa alcançar os resultados que deseja.

Comentários

VEJA TAMBÉM...