Fato Inovador

Católicos, Evangélicos e Espíritas fazem humor no YouTube


No rastro do grupo de humor "Porta dos Fundos", ou utilizando o formato de humor Stand-Up, que é uma comédia/monólogo de palco, vários grupos religiosos estão explorando o filão do humor religioso no YouTube, satirizando suas religiões, suas práticas e seus fiéis.

Longe de ser uma afronta às denominações religiosas, eles trabalham a favor da Fé que professam.

Há trabalhos verdadeiramente geniais.

Acesse os links abaixo e fique sério se for capaz. Divirta-se!

- Canal Católico Santo Humor Comédia - Projeto SHC TV, com Robinho Silva. Digite no navegador da Internet: goo.gl/NGK5uk

- Canal Evangélico Tô Solto, com o Pastor Jacinto Manto (Personagem). Digite no navegador da Internet: goo.gl/AosEu8

- Canal Espírita Amigos da Luz, com a Cia de Teatro Amigos da Luz. Digite no navegador da Internet: goo.gl/rUZwKk

 

Lunavity: a mistura de drone e mochila para saltar 1

Lunavity é um sistema projetado para aumentar a capacidade humana de saltar. Um multirrotor acoplável eleva a pessoa durante o movimento, permitindo-lhes pular além da sua capacidade normal. Essa drone/mochila poderá ser empregada para entregas e transportes. Site do produto: https://lunavity.com

 

Lunavity: a mistura de drone e mochila para saltar 2

Lunavity é mais uma invenção dos japoneses. De acordo com os criadores, com ela uma pessoa poderia saltar sobre uma estrada, por exemplo. Isso poderia ser útil para crianças em idade escolar. Elas não precisariam esperar que os carros passassem. Simplesmente saltariam para o outro lado.

 

Lunavity: a mistura de drone e mochila para saltar 3

Lunavity foi inventada por Estudantes da Universidade de Tóquio. Ela tem duas partes: uma mochila com baterias e um sistema de hélices (drone) localizado acima da cabeça do usuário. Eles levantam a pessoa no ar. Ela salta como se estivesse na superfície da Lua. Assista ao vídeo no site goo.gl/VwBijU

 

Fake News: Se até uma Desembargadora acredita e espalha...

 

Na sexta-feira (16) a Desembargadora Marilia Castro Neves, do Rio de Janeiro, postou no Facebook do Advogado Paulo Nader e no grupo secreto de Juízes "Magistratura Free", sérias acusações contra a Vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada com indícios de execução na quarta-feira (14), crime que causou comoção nacional e internacional por ela ser defensora dos Direitos Humanos e das Populações Faveladas.

Disse a Juíza: "A questão é que a tal Marielle não era apenas uma 'lutadora', ela estava engajada com bandidos! Foi eleita pelo Comando Vermelho e descumpriu 'compromissos' assumidos com seus apoiadores. Ela, mais do que qualquer outra pessoa 'longe da favela' sabe como são cobradas as dívidas pelos grupos entre os quais ela transacionava. (...)"

O comentário viralizou através dos que discordam da ideologia de Marielle e alcançou um grupo de Advogados que vai denunciar a autora no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por crime previsto no Artigo 138, § 2º do Código Penal: "Calúnia contra os mortos".

O Procurador Eleitoral do Rio de Janeiro, Sidney Madruga, que investiga envolvimentos de Parlamentares com criminosos, desmentiu "(...) os áudios odiosos e racistas que estão fabricando contra ela". Marielle "(...) nunca foi apontada como candidata de traficante ou milícia".

Sem pedir desculpas, a Juíza afirmou à Folha de São Paulo que "nem sequer tinha ouvido falar de Marielle até a notícia da morte". Disse: "Eu postei as informações que li no texto de uma amiga".

Se até uma Desembargadora acredita e espalha fake news... Aonde vamos parar?

 

Joaquim Neiva é Jornalista e Gestor de Marketing Digital e Mídias Sociais na Empresa Fazejamento Digital. (WhatsApp: 28 98814-6228)

Comércio eletrônico deve faturar R$ 69 bilhões em 2018

O comércio eletrônico é uma modalidade de negócio que, a cada ano que passa, ele evolui mais e mais. Com isso, a expectativa é que, em 2018, ele evolua ainda mais. Especialistas acreditam que neste ano, o e-commerce brasileiro vá crescer aproximadamente 15% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a uma estipulação de faturamento de R$ 69 bilhões de reais.

A população brasileira aprendeu a comprar o que necessita pela internet. São vários atrativos que estão sempre saltando aos olhos, seja numa manchete que você quer ler, num site que você acessou para fazer uma inscrição em algum concurso, sempre terá um produto sendo oferecido para você.

De modo geral, espera-se que as lojas virtuais recebam mais de 220 milhões de pedidos durante o período analisado, com um valor médio de R$ 310,00. No ano de 2017, o comércio eletrônico nacional fechou o ano com mais de 203 milhões de pedidos, numa média de R$ 294,00 em cada venda.

O levantamento dos dados apresentado foi realizado pela ABComm ( Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). Segundo esse relatório, as lojas virtuais brasileiras ainda são muito dependentes de pessoas que façam negociações, como Submarino, Americanas, Amazon. Essa pesquisa mostrou que quase um terço de todas as vendas é feito por esses canais.

As lojas físicas no país estão servindo mais para mostruário, visto que as pessoas vão ao encontro do produto que desejam e fazem a prova na loja. Se for um calçado, uma roupa, algum item que precisa ser experimentado antes de comprado. Após fazer o teste, muitas pessoas estão deixando para comprar pela internet, movimentando mais ainda o mercado superaquecido das compras eletrônicas.

De todas as regiões do Brasil, a região sul é a que apresenta a melhor taxa de conversão, 1,5%, mesmo não sendo a que mais fatura, perdendo apenas para a região sudeste. Para Reginaldo Stocco, cofundador da VHSYS (uma startup focada em gestão empresarial), os marketplaces são fundamentais para os negócios digitais.

E, para ajudar você, caso tenha alguma dúvida sobre compras pela internet, este texto listará algumas vantagens que você encontra com esse consumo. São elas:

Maior conforto; Maior comodidade; Sem fila de espera; Diversas opções de compra; Produtos com valor mais em conta em relação à loja física; Entrega em casa. Não precisa se preocupar com a entrega e nem carregar peso; Opção de consultar diversos produtos, compará-los e definir a melhor opção de compra.

Com isso, este texto mostra o quanto o marketing digital veio para ficar. É preciso estar sempre antenado com as novas tecnologias e investir para que o seu negócio prospere.

 

Cleiton Martins é especialista em vendas online.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...