Imagens do Cachoeiro antigo - Jornal Fato
Emancipação

Imagens do Cachoeiro antigo


 

Ilha da Luz

 

Foto tirada em 1937. Apenas uma ponte de madeira ligava a praça Anísio Ramos (do lado de cá) à Ilha da Luz. E não havia ligação da ilha com o Novo Parque e Aquidaban, do outro lado.

 

O radialista Ruy Guedes Barbosa, que morreu em maio do ano passado, aos 73 anos, contou em entrevista concedida em 2011 que conheceu o local 20 anos depois e que nele havia apenas um moinho de fubá, a fábrica de pios e a estação de energia elétrica, por isso o nome Ilha da Luz. "As famílias iam para lá fazer piquenique", contou.

 

Do lado de cá, uma pequena casa se destacava. Hoje, essa residência ainda existe e a ponte de madeira, se tornou numa grande estrutura de concreto ligando os dois lados do rio.

 

Praça Jerônimo Monteiro

 

 

Nas fotos tiradas na década de 50, um clima bucólico de cidade do interior dominava o centro da cidade. No meio da avenida, se destacava um canteiro central com uma fileira de pés de fícus.

 

Uma praga de insetos, que o povo apelidou de "Lacerdia", infestou os pés de fícus. Caíam no olho e causavam ardência. Esse foi um dos motivos do fim das árvores. Hoje, palmeiras imperiais e o asfalto dominam o visual. Mas várias edificações antigas foram mantidas.

 

Rua 25 de Março

 

 

É a mais antiga rua de Cachoeiro. O nome é uma referência à data da emancipação política da cidade, 25 de março de 1867. Na foto, tirada no início do século 20, à esquerda, depois da Casa da Barateza, é a entrada da Ponte Municipal.

 

A rua ainda não tinha calçamento. É possível ver capim brotando do chão à esquerda e provavelmente fezes de cavalos, principal meio de transporte do povo daquela época, no cetro da via.

 

A Rua 25 de Março sempre foi considerada o centro cultural. Nesse endereço, no final da rua, moraram os irmãos Braga (atual biblioteca municipal) e outras famílias tradicionais. Hoje, asfaltada, tem shopping e grande tráfego de veículos.

 

Praça do Táxi

Comentários

VEJA TAMBÉM...