Sindirochas prepara certificação de pedreiras - Jornal Fato
Economia

Sindirochas prepara certificação de pedreiras

Projeto foi aprovado na reunião mensal do conselho gestor do sindicato patronal e é desenvolvido por certificadora alemã


A proposta foi aprovada durante reunião mensal do conselho gestor do sindicato patronal - Divulgação/Sindirochas

O Sindirochas desenvolve projeto em parceria com a certificadora alemã TÜV Rheinland para certificação das pedreiras capixabas. O objetivo é desenvolver um certificado de regularidade com avaliação documental. A proposta foi aprovada durante reunião mensal do conselho gestor do sindicato patronal realizada no final de maio, em Cachoeiro de Itapemirim.

Comandada pelos presidentes do Sindirochas e (Centro Tecnológico do Mármore e Granito) Cetemag, Tales Machado, e Eutemar Venturim, respectivamente, a reunião foi transmitida por videoconferência para os escritórios de Nova Venécia e Vitória.

A responsável comercial da TÜV, Uiara Antonaglia Petschelies, apresentou ao conselho gestor os ramos de atuação da empresa e os benefícios da certificação customizada. "O interessante de um protocolo customizado é poder reunir todas as normas em uma só. Quando seguimos este perfil, sabemos que a auditoria será feita por um profissional qualificado para avaliar o escopo estabelecido", explicou.

Como primeiro passo da ação, o Sindirochas está desenvolvimento em parceria com a empresa certificadora um protocolo de exigências que analisará a legalidade da pedreira quanto aos documentos exigidos para a operação. A certificação será feita para cada frente de lavra especificamente, desde que possua toda documentação para operar.

Segundo Tales Machado, o sindicato espera certificar inicialmente pelo menos 50 jazidas. "É claro que nosso objetivo é que todas as frentes de lavras do Estado participem deste projeto, mas inicialmente já temos a adesão de 50 jazidas, que serão certificadas por meio de documentação de regularidade", adiantou.

 

Setor

O Espírito Santo possui uma das maiores reservas de mármore e granito do País, com uma enorme variedade de cores. Dispõe de parque industrial com cerca 3,5 mil empresas, que atuam desde a extração/produção de rochas ornamentais até a sua exportação. O setor é responsável por mais da metade dos teares instalados no País.

Comentários

VEJA TAMBÉM...