Antiga Estação Ferroviária faz 115 anos - Jornal Fato
Cultura

Antiga Estação Ferroviária faz 115 anos

Inaugurado em 1903, prédio histórico está recebendo melhorias


- PMCI

Um evento especial para celebrar os 115 anos da antiga estação de trem de Cachoeiro de Itapemirim acontece amanhã no espaço que abriga, hoje, o Museu Ferroviário Domingos Lage, mantido pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Semcult).

A programação terá início às 18h00 e inclui a exibição do filme "O Último Trem do Bairro Guandu" e a entrega do certificado "Amigos do Museu Ferroviário Domingos Lage", que será concedido a cerca de 80 pessoas, dentre ex-ferroviários, familiares e outros homenageados. A entrada é gratuita.

"Será momento de reverência à importância histórica, econômica e cultural que a antiga estação e a ferrovia tiveram para o desenvolvimento não apenas de Cachoeiro, mas de toda a nossa região", explica Fernanda Martins, secretária municipal de Cultura e Turismo.

O evento comemorativo aos 115 anos da antiga estação acontecerá junto à primeira edição da mostra de cinema "Pare, Olhe e Escute", agendada no mesmo local, para amanhã e sábado.

 

Melhorias

Equipes da Secretaria Municipal de Obras (Semo) realizam melhorias na estrutura física da antiga estação, como repintura nas partes interna e externa do prédio e reparos no banheiro, além da limpeza do forro.

 

História da antiga estação

Localizada na área central da cidade, no bairro Guandu, a estação mantém as principais características originais da construção. Sua inauguração figurou entre os investimentos estruturantes para o desenvolvimento da economia dos primeiros anos do século passado, permitindo viagens e o escoamento da produção. Atendeu, durante décadas, a linha que ligava Vitória ao Rio de Janeiro.

Funcionou até o ano de 1992, quando foram retirados os trilhos do centro da cidade. O município tombou o prédio como patrimônio histórico em 2003, e o transformou em museu em 2007. Hoje, conta com um acervo permanente, com fotografias, documentos, móveis e um torno que era utilizado para construir peças de reposição da linha férrea e das locomotivas. O espaço também é usado para atividades culturais.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...