Marinha treina evacuação de civis na praia de Itaoca - Jornal Fato
Cidades

Marinha treina evacuação de civis na praia de Itaoca

No âmbito da Marinha do Brasil, o exercício terá a participação de cerca de três mil militares


Na sexta-feira, a movimentação do Dia D se concentrará na Praia de Itaoca, em Itapemirim - Foto: Arquivo/Fato

A 39ª edição da Operação Dragão, inserida na Operação Atlântico V, começou ontem em área marítima compreendida entre Rio de Janeiro (RJ) e Vitória (ES). Na sexta-feira, a movimentação do Dia D se concentrará na Praia de Itaoca, em Itapemirim.

Haverá o desembarque de meios e pessoal na praia (Projeção Anfíbia), prevista para ocorrer durante as primeiras horas da manhã, em torno de 5h40, com a chegada da primeira vaga de Carros Lagarta Anfíbios na praia. O desembarque ocorrerá nas proximidades da Base de Apoio Administrativo de Fuzileiros Navais, 1744 Rodovia do Sol e prosseguirá ao longo do dia.

O propósito do exercício será adestrar as unidades da Esquadra e da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) para a evacuação de não combatentes. A ideia é simular a saída de brasileiros, ou outras nacionalidades de interesse do governo brasileiro, que se encontram em país estrangeiro, onde instabilidades podem colocar em risco a integridade física desses civis.

A Operação Atlântico é um exercício militar conjunto, coordenado pelo Ministério da Defesa, que reúne efetivos da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira.

No âmbito da Marinha do Brasil, o exercício terá a participação de cerca de três mil militares. Entre os meios navais confirmados estão o Porta-Helicóptero Multipropósito Atlântico, o Navio Doca Multipropósito (NDM) Bahia e o Navio de Desembarque de Carros de Combate Almirante Saboia. Militares da área de saúde, especialistas em Atendimento Pré-hospitalar e com múltiplas vítimas, também integrarão a Força-Tarefa, desenvolvendo ações em terra e a bordo dos navios.

Comentários

VEJA TAMBÉM...