Itapemirim avalia reestruturação do Plano de Carreiras dos servidores - Jornal Fato
Cidades

Itapemirim avalia reestruturação do Plano de Carreiras dos servidores

Para isso, uma comissão de servidores das secretarias Educação, Finanças e Administração foi montada


A Prefeitura Municipal de Itapemirim avalia a reestruturação do Plano de Cargos e Carreiras dos Servidores do município. Para isso, uma comissão de servidores das secretarias Educação, Finanças e Administração foi montada juntamente com os sindicatos das categorias e representantes da Previdência Social.

A proposta de alteração, tem como objetivo alcançar direitos não contemplados pela Lei Complementar nº 185 de 29 de dezembro de 2014, além de adequar os profissionais do magistério ao Plano Nacional de Educação, sem perder de vista a Meta 15, que trata da formação dos professores da Educação Básica, e orienta que todos possuam formação específica de nível superior, obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam.

Na proposta também é estudada a Meta 17, que explana acerca da valorização do magistério das redes públicas de educação básica, de forma a equiparar o rendimento médio da classe aos demais profissionais com escolaridade equivalente, sendo uma das principais, a Meta 18, que determina a existência de plano de carreira para os profissionais da educação básica pública.

O novo documento traz uma série de avanços, segundo a prefeitura, e preserva todos os direitos, benefícios e vantagens da Lei, buscando melhorar a qualidade de ensino para todos, entretanto, garantindo a valorização dos profissionais do magistério de Itapemirim.

Para o prefeito, Thiago Peçanha, "Educação nunca foi considerado um gasto, mas sim investimento com melhorias salariais e maiores garantias para servidores do quadro nosso objetivo é promover a valorização da classe."

O projeto de lei deu entrada nesta quarta-feira (04), na Câmara Municipal e agora seguirá tramitação para posteriormente ser votado pelos vereadores.

Comentários

VEJA TAMBÉM...