Bienal

Bienal abre espaço às meninas de Burarama

O projeto que envolve adolescentes e adultos ensina a arte e poesia expressadas com linha coloridas e agulhas


Foto: Ailton Weller

 

por Ailton Weller

 

A VI Bienal Rubem Braga vai além do seu foco principal que é a literatura, com debates, oficinas e lançamentos de novos títulos de autores capixabas e nacionais. Nesta edição do evento, o artesanato também ganhou destaque com a exposição do projeto Ponto de Memória: "Meninas Bordadeiras de Burarama" que existe há 15 anos e envolve as mulheres da comunidade com idades que variam dos 10 aos 80 anos.

 

Segundo Mariângela Grillo Fassarela, coordenadora da iniciativa, a ideia é colocar no pano e nas linhas os momentos de dedicação como únicos e comoventes. "Estamos bordando a vida e nos emocionando, chorando, lembrando de infância". Ela contou que sua mãe morreu em março deste ano e deixou um último bordado e a peça foi completada por mim. "No trabalho escrevi que: Ana nasceu menina, em maio de 1928. Viveu família, serviço, agulhas, linhas e orações. Foi para o céu menina, em março de 2016, após terminar este bordado", relatou.

 

Mariângela explica que o projeto, mesmo tocado pela comunidade há quase duas décadas, apenas neste ano recebeu apoio do poder público. "Por meio da Secretaria de Estado da Cultura, e com ajuda da produtora cultural Caju Produções, as mulheres realizaram oficinas para adolescente e demais interessadas em aprender arte e poesia expressadas com linha coloridas e agulhas.

 

"Além da nossa expectativa futura em gerar renda para as participantes de famílias carentes, nas oficinas, as 'meninas' recém-chegadas buscaram compreender o que seria transformar memória afetiva em bordado. Cada participante levou, de casa, objetos que evocassem lembranças importantes de suas vidas para a construção imagética através do desenho", explicou a coordenadora.

 

Literatura

 

Neste sábado (04) e domingo (05) a literatura capixaba será destacada na Sala Rubem Braga, espaço aberto exclusivamente para os autores do estado que farão lançamento de seus livros.

 

Confira

 

Hoje:

 

10h00 - Temporais, de Marcelo Grillo

Ovelha Mochileira, de Fernanda Fassarella

Vale da Lua, de Régio Antônio Moulin Batista

11h00 - Arquitetura do Nada, de Nayara Tognere

Deu Bezerra no Milhar!, de Felipe Bezerra (ilustrações de Rudson Costa)

Os Sonhos de Sábado Já Não Estavam Nela, de Paula Teixeira Garruth

"6 em 1" - leitura dramática de trechos dos seis livros lançados pela Editora Cachoeiro Cult, com Luiz Carlos Cardoso e Alessandra Biato.

14h00 - O Papo Amarelo e Arremates, de Gilberto Braga Machado.

Comentários

VEJA TAMBÉM...