Lembre-se do início - Jornal Fato
Artigos

Lembre-se do início

Nos últimos dias tenho vivido muita coisa nova e por incrível que pareça nada de novo aconteceu


Por Bruna Hemerly

 

Nos últimos dias tenho vivido muita coisa nova e por incrível que pareça nada de novo aconteceu. Tudo está do mesmo jeito, acho que eu estou no momento de renovação (se é que isso existe) e tem sido o suficiente para fazer tudo novo e esperançoso, mesmo que não tenha nenhuma novidade.

Mas, não vou me prolongar nesse assunto, porque este já rende outros textos, quero me prender a apenas uma parte disso tudo e que tem feito bastante diferença.

Em algum lugar, na verdade, em vários, eu já li que devemos lembrar do porquê começamos. Na Bíblia isso é bem claro no versículo (Lamentações 3:21) que diz que devemos trazer à memória aquilo que nos dá esperança. Então é nisso que quero meditar agora. Antes de levar essa reflexão a sério eu ficava me atormentando por tudo que me acontecia.

Todo problema, por menor que fosse, era repentinamente transformado em uma avalanche que me trazia a lembrança todas as outras coisas que me angustiava.

E como tudo na vida, quanto mais eu alimentava esses pensamentos, mais eu atraía ideias negativas, criando um ciclo vicioso. Depois que abri meus olhos para lembrar do início comecei a enxergar as dificuldades de outra maneira. Foi como se saísse uma mancha da minha visão e todas as concepções anteriores não fizeram mais sentido. Daí, dei início a uma nova forma de pensar e comecei a focar somente no porquê eu tinha começado aquilo.

Agora você pode estar achando que isso é balela, mas não é e funciona em vários segmentos da nossa vida. Todos os dias temos problemas e precisamos admitir isso. Ninguém tem uma vida perfeita e às mil maravilhas. Temos os momentos de chorar e desabafar sim, mas o que eu aprendi é onde direcionar as minhas energias.

Se eu lembro do início de tudo, rapidamente me recarrego de esperança e recordo aonde quero chegar. Se tenho momentos difíceis no meu trabalho, no meu casamento, entre meus amigos ou na minha igreja, busco em minha memória o porquê eu comecei.

Claro que essas atitudes não vão solucionar todos os problemas como uma fórmula mágica. É só uma mudança na direção dos meus pensamentos que, consequentemente, alteram minhas atitudes. Isso não significa que não me chateio, mas me faz ver as situações de forma mais positiva ou menos negativa (como preferir).

A primeira transformação do mundo (que tanta gente sonha) acontece dentro de cada um e só quando nós permitimos. Lembre-se do início! Lembre-se do porquê começou! Traz à memória aquilo que te dá esperança e lute por isso!

Comentários

VEJA TAMBÉM...