Incrível PROCON - Jornal Fato
Artigos

Incrível PROCON


No início de novembro do ano passado encontrei na internet a propaganda de canhões de luz, próprios para enfeitar áreas externas para o Natal. Pensei na Vila Aconchego e na casa da praia e resolvi adquiri-los. Deram-me um prazo de 40 dias, considerei razoável, fiz a compra de dois canhões e paguei à vista. E aguardei ansiosa para estreia-los. Como não chegaram na data aprazada fui a agência dos Correios no BNH, local indicado de busca de produtos extraviados. Lá me entregaram um número de rastreamento da compra e aí teve início a penúria.

O produto saíra da China, foi para a Suíça e de lá para Curitiba, onde chegou no dia 30 de novembro e lá empacou. Quase todos os dias eu seguia o rastreamento e acreditando que poderia haver algum engano, fui por mais duas vezes a agência do BNH. Como não chegou até final de fevereiro e o valor era considerável, decidi procurar o PROCON.  Lá narrei o fato, fiz a reclamação contra os Correios e foi agendada uma audiência, da qual não compareceram. Nesse tempo eu já desanimara de acompanhar o rastreamento. Certo dia resolvo abrir novamentee descubro que o produto viera até nossa cidade, até minha rua e não me fora entregue, fato ocorrido em 14 de março. No diacitado minha encomenda já fora devolvida para Viana, e de lá não tinha como resgata-la. Portanto voltou para São Paulo, Suiça e finalmente para a China.

Minha frustração foi absoluta, fui tomada por uma sensação de desânimo. Todos a quem eu relatava o fato me orientavam a desistir. Mas sou capricorniana e não desisto nunca. Fui a nova audiência na qual fui informada que o número da minha casa não estava compatível. Questionei que tal fato ocorria desde que os números foram trocados, e como a rua possui poucos moradores, as encomendas ou correspondências são entregues. A partir daí, por orientação do PROCON, entrei em contato com a empresa em que fizera a compra, relatei o acontecido e eles resgataram a minha compra e me isentaram até da nova taxa dos Correios. Esse fato aconteceu no dia 21 de abril e no dia 21 de maio os canhõesjá estavam em minhas mãos.

Todo o meu relato tem o objetivo final de agradecer ao PROCON, na pessoa de seu coordenador Marcos Cezario, e cumprimentar a competente equipe de profissionais da Prefeitura Municipal, entre advogados, técnicos e atendentes, pelo excelente trabalho que realizam no referido órgão.

Comentários

VEJA TAMBÉM...