Fronteiras que precisam ser rompidas - Jornal Fato
Artigos

Fronteiras que precisam ser rompidas


Há pessoas cujas fronteiras foram estabelecidas por outros e não por si mesmas.

Há pessoas cujas fronteiras foram estabelecidas pelas circunstâncias e não por si mesmas.

Há pessoas cujas fronteiras foram estabelecidas por tragédias que as acometeram.

Há pessoas cujas fronteiras foram estabelecidas por "Palavras Mal Ditas" que colaram na alma como tatuagens.

Não obstante a esta realidade, há pessoas que romperam com estes ciclos e alçaram voos solos, isto é, alargam suas fronteiras apesar de tudo que os vinha aprisionando.

Felizes os que em qualquer tempo da vida descobrem-se com possibilidades de mudar suas histórias.

Como já disse alguém, "Ninguém pode mudar o começo até porque certos começos não dependem de nós mesmos, mas, todos podemos mudar o fim das nossas histórias".

Todos podemos em momentos de decisões fazer novas escolhas rompendo com toda sorte de aprisionamento que estreita fronteiras e apequena o ser.

Conheço pessoas que podem ir muito mais longe mas, convivem com quem as apequenam, em circunstâncias que os apequenam, aprisionados a uma história que os apequenam e estreitam suas fronteiras e os tornam miopias em relação a vida.

Admiro, encorajo e oro agora por todos que estão rompendo com estas paralisias, estes apequenamentos, estes estreitamentos, estas miopias, mesmo que, por enquanto ainda no campo dos sonhos, dos pensamentos, da imaginação, afinal, tudo que fazemos um dia foi sonho, pensamento, imaginação, vontade, desejo.

Há quem manteve o vulcão que há dentro de si reduzindo-o a uma pequena fagulha, mas, o vulcão está lá, adormecido, mas, está lá. 

Ainda dá tempo.

Comentários

VEJA TAMBÉM...